Não há contradição no eventual ajuste para Selic ser residual no meio da inflação baixa, diz Kanczuk

Publicado em 03/07/2020 11:08 20 exibições

LOGO REUTERS

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk, defendeu nesta sexta-feira que não existe contradição entre o BC e mostra o eventual ajuste na Seletiva é residual e apontado, ao mesmo tempo, que deve ser esperada até 2021 está abaixo do centro da meta.

Ao participar da promoção ao vivo do Banco Safra, ele apenas efetuou um balanço de riscos da autarquia há uma assimetria, já que apareceu um risco altista para uma alteração ligada à possibilidade de impulsos de crédito e programas de recomposição de renda que podem ser usados ​​anteriormente, o que implica menor ociosidade da economia.

Segundo diretor, o BC procurou sinalizar, para além do cenário básico em que o IPCA de 2021 está em 3,2%, há outro cenário com o qual está preocupado, em que o PIB cai menos e está economizando "sensivelmente acima" desse patamar.

"Tem um cenário básico, mas não há um lado e esse faz com que eu não esteja longe da meta (inflação em 2021)", afirmou ele. Uma meta para 2021 é de inflação em 3,75%, com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário