China não registra novos casos de COVID-19 transmitidos localmente

Publicado em 12/07/2020 18:56 84 exibições

Beijing, 12 jul (Xinhua) -- A autoridade chinesa da saúde anunciou neste domingo que recebeu relatos de sete novos casos confirmados da COVID-19 na parte continental da China no sábado e que todos foram importados.

Dos sete casos importados, quatro foram relatados no Município de Tianjin, dois no Município de Shanghai e um na Província de Zhejiang, informou a Comissão Nacional de Saúde em seu relatório diário.

Não houve nenhum novo caso suspeito ou novo óbito relacionado à doença no sábado, segundo a comissão.

No sábado, 11 pacientes tiveram alta hospitalar após recuperação.

Até o final do sábado, um total de 1.971 casos importados foram registrados na parte continental da China, com 1.893 tendo recebido alta e 78 ainda internados, ninguém em estado grave. Nenhuma morte foi registrada entre os casos importados.

Até sábado, o total de casos confirmados na parte continental da China chegou a 83.594, incluindo 326 pacientes que ainda estavam sendo tratados, com três em estado grave.

No total, 78.634 pessoas receberam alta após recuperação e 4.634 morreram da doença na parte continental da China, informou a comissão.

Sete pessoas, incluindo quatro de fora da parte continental, ainda são suspeitas de estarem infectadas com o vírus.

Segundo a comissão, 3.739 contatos próximos ainda estavam sob observação médica depois que 235 pessoas foram liberadas de observação médica no sábado.

Também no sábado, foram notificados cinco novos casos assintomáticos, todos importados, e nenhum caso assintomático foi recategorizado como confirmado.

De acordo com a comissão, 112 casos assintomáticos, incluindo 84 de fora da parte continental, ainda estão sob observação médica.

Até o sábado, 1.431 casos confirmados, incluindo sete mortes, foram relatados na Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK), 46 na Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) e 451 em Taiwan, com sete mortes.

Ao todo, 1.197 pacientes com COVID-19 na RAEHK, 45 na RAEM e 438 em Taiwan tiveram alta hospitalar.

139199878_15942726543261n.jpg

Um homem que saiu da quarentena se registra para levar de volta seu veículo no mercado de Xinfadi em Beijing, capital da China, em 7 de julho de 2020. (Xinhua/Peng Ziyang)

Pequim não relata casos da COVID-19 transmitidos localmente por três dias consecutivos

Beijing, 9 jul (Xinhua) -- A comissão municipal de saúde de Beijing informou nesta quinta-feira que a capital chinesa não relatou nenhum novo caso transmitido localmente da COVID-19 na quarta-feira, o terceiro dia consecutivo sem novas ocorrências.

A cidade também não relatou novos casos suspeitos, mas registrou um assintomático. Trinta e dois pacientes receberam alta hospitalar após a recuperação na quarta-feira, informou a comissão em seu relatório diário.

De 11 de junho a 8 de julho, Beijing reportou 335 casos confirmados e transmitidos localmente, dos quais 275 ainda estão internados e 60 tiveram alta. Há 26 casos assintomáticos sob observação médica, informou a comissão.

Mais de 11 milhões de pessoas recebem testes de COVID-19 em Pequim

Beijing, 7 jul (Xinhua) -- Mais de 11 milhões de pessoas em Beijing receberam testes de ácido nucleico desde o ressurgimento dos casos de COVID-19 transmitidos localmente, informaram as autoridades locais nesta segunda-feira.

Com o alívio da situação epidêmica, foram suspensos os bloqueios de 54 comunidades residenciais nos distritos de Xicheng, Haidian e Fengtai, revelou Pang Xinghuo, vice-diretora do Centro para Controle e Prevenção de Doenças de Beijing, em uma entrevista coletiva.

Beijing informou no domingo um novo caso confirmado transmitido domesticamente da COVID-19 e um assintomático, informou a comissão municipal de saúde em um relatório diário nesta segunda-feira.

De 11 de junho a 5 de julho, a cidade registrou 335 casos confirmados transmitidos localmente, dos quais 324 ainda estão hospitalizados. Existem 30 casos assintomáticos sob observação médica, informou a comissão.

139194113_15940938950331n.jpg

Equipe médica coleta amostra de cotonete da garganta de pessoas em um veículo móvel de teste recém-instalado no distrito de Xicheng, em Beijing, capital da China, em 28 de junho de 2020. (Xinhua/Ju Huanzong)

Fonte:
Xinhua (estatal chinesa)

0 comentário