Presidente da China afirma que a nação precisa acabar com o desperdício crescente de alimentos

Publicado em 11/08/2020 10:38 83 exibições

O presidente da China, Xi Jinping, exortou seu país a tomar medidas imediatas para impedir o aumento do desperdício de alimentos, especialmente em um momento em que o país está lutando contra a pandemia do coronavírus.

O líder chinês disse que a questão do desperdício de alimentos é “chocante e angustiante” e destacou a importância de manter a segurança alimentar, já que o vírus aumenta as preocupações com a redução do fornecimento e aumento dos preços, informou a agência de notícias Xinhua na terça-feira. Xi disse que fortalecerá a legislação, a supervisão e os mecanismos de longo prazo como parte de uma campanha para enfrentar o problema.

Embora o país tenha desfrutado de anos de colheitas abundantes, as dificuldades que envolvem a produção de grãos nunca devem ser em vão, disse Xi. “A ligação vem no momento em que o país passa por um aumento nos preços dos grãos”, disse Ma Wenfeng, analista da Beijing Orient Agribusiness Consultant Co. “Há preocupações com a oferta”.

Os preços dos alimentos na China subiram cerca de 10% em julho em relação ao ano anterior, enquanto a carne suína subiu 86%, de acordo com o National Bureau of Statistics. A alta dos preços levou o principal consumidor a comprar um volume recorde de carne no mês passado, e a China aumentou as importações de trigo para uma alta em sete anos em junho. O ministro da Agricultura, Han Changfu, disse que o país deve sempre ser autossuficiente em arroz e trigo e outros cereais, e manter um "volume adequado" de importações.

Os comentários de Xi foram feitos antes de uma revisão da fase um do acordo comercial da China com os EUA em meados deste mês. O país asiático vem aumentando as compras de soja, milho, algodão e carne suína da América para resfriar os preços e como parte de seus compromissos no acordo. Ainda assim, as compras de produtos agrícolas americanos pela China no primeiro semestre foram apenas cerca de 20% da meta de 2020.

Em 2013, a China lançou uma campanha “esvazie seus pratos” para impedir o aumento do desperdício de alimentos, e o desperdício de grãos na época foi estimado em 35 milhões de toneladas por ano, de acordo com um funcionário do governo.

Fonte:
Bloomberg

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário