Dólar fecha acima de R$5,53 e vai a máxima em 3 meses com incerteza fiscal

Publicado em 19/08/2020 17:12 e atualizado em 19/08/2020 18:02 544 exibições

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar voltou a mostrar firme alta ante o real nesta quarta-feira, indo a máximas em quase três meses, com o mercado de câmbio afetado ainda por mal-estar em relação ao cenário fiscal no Brasil, o que também impactou os juros futuros.

O real teve o pior desempenho entre as divisas comparáveis neste pregão. Às 15h29, com o dólar perto das máximas do dia, o Banco Central anunciou oferta líquida de 500 milhões de dólares em contratos de swap cambial. A moeda desacelerou os ganhos, mas, faltando uma hora para o fim das operações no mercado à vista, recuperou terreno até encerrar próxima dos picos intradiários.

O BC vendeu todo o lote de 10 mil contratos de swap cambial ofertados.

O dólar à vista subiu 1,14%, a 5,5309 reais na venda, maior patamar desde 22 de maio (5,5739 reais).

Ao longo do dia, o dólar variou entre alta de 1,29%, para 5,5393 reais, e queda de 0,60%, a 5,4356 reais.

(Por José de Castro)

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário