Ações da China fecham em queda devido a tensões com Ocidente

Publicado em 06/05/2021 07:53 114 exibições

LOGO REUTERS

As ações da China caíram nesta quinta-feira devido a tensões com o Ocidente e à queda das empresas de saúde após o retorno dos investidores do feriado do Dia do Trabalho.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,2%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,2%.

O subíndice de saúde foi o que mais caiu, com perda de 4,1%, com os fabricantes de vacinas recuando depois que o presidente dos Estados, Joe Biden, defendeu a renúncia dos direitos de propriedade intelectual sobre as vacinas contra a Covid-19.

As tensões entre a China e outros países ocidentais também azedaram o sentimento.

A União Europeia tomou medidas na quarta-feira para se proteger contra a concorrência econômica da China, que considera injusta, um sinal de crescente desconfiança após as sanções ocidentais sobre abusos de direitos e retaliação chineses.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,80%, a 29.331 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,77%, a 28.637 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,16%, a 3.441 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,22%, a 5.061 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,00%, a 3.178 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,90%, a 16.994 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,62%, a 3.173 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,48%, a 7.061 pontos.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário