Indígenas incendeiam lavouras em represália a prisões no Norte do RS

Publicado em 21/11/2016 07:13 2348 exibições
Lavouras de trigo foram queimadas em represália a decisão da Justiça Federal

Um nova ocorrência decorrente da disputa de terras entre indígenas e agricultores foi registrada na tarde deste domingo (20) na localidade de Bom Conselho, no município de Sananduva, na Região Norte do Rio Grande do Sul. Segundo a Brigada Militar, cerca de 100 indígenas que estão acampados na região atearam fogo nas lavouras de trigo e pastagens secas.

A ação, segundo a polícia, teria sido em represália à prisão de três indígenas na tarde de sábado (19). Cinco áreas da propriedade foram consumidas pelo fogo, que também atingiu regiões de mata fechada. O Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas. Além da Brigada Militar, policiais do Pelotão de Operações Especiais e da Polícia Rodoviária Federal, que monitoram permanentemente o local, também se deslocaram para atender a ocorrência.

Há mais de quinze dias a localidade e residências dos agricultores foram invadidas pelos indígenas. A Fundação Nacional do Índio (Funai) afirma que o grupo não tem onde plantar e utiliza esta área, que foi demarcada como território indígena em 2011. 

Leia a notícia na íntegra no site G1 - RS.

No portal Bom Dia: Prisão de índios gera tensão em Sananduva

Sananduva/RS

Na região Nordeste, mais precisamente no município de Sananduva, o domingo (20) foi marcado pelo clima de tensão. No distrito de Bom Conselho, índios atearam fogo em lavouras de trigo em represália a decretação da prisão de Ireni Franco e Leonir Franco. Os dois homens são acusados de extorsão, ameaça e outros crimes. A informação é do Procurador do Estado e membro da CPI da Funai na Câmara dos Deputados, Rodinei Candeia. As prisões foram decretadas pela Justiça Federal.

Em nota publicada em uma rede social, Candeia diz que “em algumas propriedades, a perda das lavouras de trigo foi total. O clima na região é de guerra e a população está com muito medo. O Batalhão de Operações Especiais da Brigada Militar já está na região e a Polícia Federal procura por Leonir e outros foragidos”, salienta.

Leia a notícia na íntegra no portal Bom Dia

Portal AU: Índios invadem lavouras e ateiam fogo em plantações de trigo 

A decretação de prisão de prisão de dois indígenas da reserva Passo Grande da Forquilha, em Sananduva, denunciados por extorsão, ameaça e outros crimes, índios se revoltaram e atearam fogo em lavouras de agricultores no município. 

Um dos índios, Ireni Franco, foi preso e isso desencadeou a reação dos demais. Nesta tarde o pânico tomou conta dos agricultores que tiveram as terras invadiras e plantações de trigos queimadas. 

Os índios que habitam aquela região são originários da Aldeia de Charrua e reivindicam uma grande área em Sananduva, ainda não demarcada. 

Leia a notícia na íntegra no site AU Online e, a seguir, veja imagens do portal:

Questão Indígena em Sananduva 1

Questão Indígena em Sananduva 2

Questão Indígena em Sananduva 3

Questão Indígena em Sananduva 4

Questão Indígena em Sananduva 5

Questão Indígena em Sananduva 6

A seguir, veja a nota oficial da Prefeitura de Sananduva declarando estado de calamidade pública

DECRETO MUNICIPAL Nº 6120, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2016.

Decreta situação de calamidade pública, em decorrência da situação danosa e de violência causada por atos de indígenas em propriedades do interior do Município.

LOEVIR FIDÊNCIO ANTUNES BENEDETTI, Vice-Prefeito no exercício do cargo de Prefeito Municipal de Sananduva, no uso de suas atribuições legais e,

Considerando o clamor público originado pela invasão de propriedades rurais localizadas nas Comunidades de Bom Conselho e São Caetano, ambas no interior do Município de Sananduva, por um grupo de indígenas, ocorrida na data de 11 de novembro do corrente ano;

Considerando que na data de hoje (20/11/2016), em virtude das invasões, ocorreram queimas criminosas das lavouras pertencentes a agricultores sananduvenses;

Considerando que o clima tenso e hostil provocados pelos atos dos indígenas, beirando as vias do conflito, o que pode resultar em eminente risco à segurança e a vida dos envolvidos, bem como da população sananduvense;

Considerando que em consequência desses atos resultam danos materiais e prejuízos econômicos e sociais;

Considerando que o processo de criação de novas áreas indígenas está sendo motivo de inúmeros protestos e conflitos pelo País;

DECRETA

Art. 1º - Fica Decretada situação de CALAMIDADE PÚBLICA, em decorrência da situação danosa e de violência causada por atos de indígenas em propriedades do interior do Município, embasado pelas razões acima elencadas.

Parágrafo Único – A situação de anormalidade é valida para todo o território municipal, em especial para as Comunidades de Bom Conselho e São Caetano.

Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANANDUVA,
20 DE NOVEMBRO DE 2016.

LOEVIR FIDÊNCIO ANTUNES BENEDETTI
VICE-PREFEITO NO EXERCÍCIO DO
CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL

Registre-se e publique-se

CARLOS JOSÉ PICOLOTTO
SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO

Fonte:
G1 RS + PM de Sananduva

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

2 comentários

  • Adoniran Antunes de Oliveira Campo Mourão - PR

    SOLUÇAO; JA QUE O JUDICIARIO E DEMAIS ORGAOS QUE DEVERIAM TER TOMADO PROVIDENCIAS A RESPEITO, E NAO TOMARAM, É REAGIR A ESTES ATAQUES, COM A FORÇA NECESSARIA PARA REPELIR INVASAO, CONFORME NOS DÁ DIREITO A CONSTITUICAO NACIONAL.Passar fogo nestes bandidos. Eu defenderia minha propriedade e investimentos, e principalmente a segurança de minha familia, com minha vida se necessário, mas antes mandaria bem uma dúzia destes assassinos baderneiros para o inferno.

    1
  • Dalzir Vitoria Uberlândia - MG

    ...com a palavra a igreja católica, a CNBB, e afins, que financiam estes baderneiros.... queria que algum padre..bispo..cardeal...me falasse onde encontro tal escrito na biblia... com a palavra os chefes dos baderneiros..

    9
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Somente a religiao catolica participa e fomenta agitaçoes sociais---As demais nao atuam neste campo----Mas pelas projeçoes , dentro de 20 anos a religiao catolica no Brasil sera' professada por muito menos da metade da populaçao.

      3
    • leandro eberle Rondonópolis - MT

      Bom dia! Inadmissivel uma situaçao dessas, mostra mais um vez a ineficiencia das nossas leis, governo federal se omtindo numa questao tao seria, que é essa dos indigenas, quer dizer, pra quem nao é indigena, a lei é impalcavel, em todos os sentidos, agora para indigenas de todos Pais,nao existe lei, pode matar, pode roubar, pode incendiar, pode invadir fazendas, casas, mas.... se forem presos, fazem isso ai, e lembrando ! A populaçao indigena aumentou em 50% nos ultimos 10 anos, ate quando vamos ter que ficar assistindo esse banditismo, esse povo tem que pagar impostos como nós pagamos, pagar AGUA, ERNERGIA, TELEFONE, ESCOLA, e priciplamente, pagar por esses atos de VANDALISMO, JUSTIÇA PARA TODOS, O BRASIL É DE TODOS NÓS E NAO DE UMA MINORIA DE DESOCUPADOS

      1
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Pessoal para vocês que a vao a missa todo domingo eu preciso lhe contar a verdade----Um grupo de cientistas americanos faz pesquisas históricas na palestina para esclarecer os relatos da Biblia-----Entao Maria foi engravidada aos 13 ANOS, por um parente talvez um tio----Era costume matar as mulheres gravidas que não tivessem marido---Entao para salva-la foi oferecida a Jose' que era viúvo com dois filhos e precisava de arrumadeira----Ao todo tiveram seis filhos, dois do casamento anterior, Jesus que ninguém sabia quem era o pai por isso dizia a todos que estava no ceu, e outros três filhos que vieram depois-----

      1
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Senhor DALZIR quem começou toda essa luta contra os proprietários de terras foi o papa JOAO XX III cuja família era meeira no município de SOTTOLMONTE e cuidava de um pomar de frutas-----Dai saiu a ideia que a terra era de todos e não

      de alguns---So' que religioso não entende nada de sistema produtivo, por consequência terra virgem e bruta tem o mesmo valor de terra fértil conseguida com muito suor---Os religiosos católicos há algumas décadas estão espalhando que a sociedade tem uma divida moral com os pretos---Ora bolas os sacerdotes católicos estavam nesta terra no período da escravidão e nada fizeram----Agora jogam a responsabilidade sobre os outros inclusive sobre uma boa leva de imigrantes que na época nem estavam aqui----Enfim o clero católico esta' atravessando um período muito conturbado de desentendimentos internos e por isso estão completamente perdidos e não tem a mínima noção do caminho certo.

      1
    • Edson Martins Jorden Assis Chateaubriand - PR

      Bom dia Senhor Carlos Meloni.

      Não poderia deixar de dar a minha opinião sobre o comentário do senhor acima. Nao defendo a posição da igreja na questão agrária, mst, indígena, negros ou outras que, por ventura, o senhor venha a comentar. Entretanto, a afirmação pelo senhor feita sobre a pesquisa de americanos na palestina e o relato descrito pelo senhor são uma falta de respeito às pessoas, que como o senhor mesmo disse, vão aos domingos à missa. O senhor tem certeza de que estes pesquisadores estão corretos ? O senhor verificou a fonte e veracidade de tais estudos antes de proferi-los como verdade indiscutíveis?

      Já vi muitos artigos escritos pelo senhor e concordei em quase todos , mais neste não posso deixar de discordar, pois o senhor abordou vários aspectos que, na minha opinião, são errôneos e ofensivos. Gostaria de agradecer sua contribuição nos comentários sobre a política, mercado agrícola e outros assuntos referentes ao meio do agronegócio. Mas, por favor, não venha expressar a sua opinião de forma desrespeitosa para com aqueles que possuem tal credo e vão à missa todos os domingos.

      0
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Sr EDSON de menino fui coroinha-----Lamento a sua decepção diante de verdade----Eu me senti ludibriado ------Esta equipe de pesquisadores esta' há décadas na Palestina fuçando todos os lugares com tecnologia moderna e utilizando as melhores técnicas de tradução do evangelho---Eu tomei contato com essa informação através de um programa de televisão do canal DISCOVERY CIVILIZATION de muita reputação e confiança---Por exemplo sempre lhe disseram que Jose' era carpinteiro, muito bem esses cientistas descobriram que o evangelho foi mal traduzido, pois Jose' era na verdade um trabalhador braçal que fazia de tudo portanto muito mais pedreiro do que marceneiro---E' preciso aceitar as novas técnicas ter mente aberta e não atuar como a inquisição que queria queimar Galileu Galilei porque dissera que a terra era redonda---Lamento o seu comentário pois nele sinto que me considera culpado de divulgar informações contrarias a tudo que se divulga na igreja----NAO TENHO RAIVA DE PADRES POIS ELES PODEM SER PESSOAS DE BOA FE' QUE COMO O SENHOR ACREDITAM EM TUDO AQUILO QUE FOI DITO ATE' HOJE.

      1