BR-163 é liberada após protesto e fluxo de caminhões é retomado

Publicado em 18/08/2020 18:23 216 exibições

LOGO estadao

O fluxo de veículos na BR-163 no Pará foi liberado no início da tarde desta terça-feira após o fim do bloqueio realizado por indígenas caiapós na rodovia desde a manhã de ontem. A manifestação ocorria no km 302 da BR-163, na altura de Novo Progresso (PA). A juíza federal de Itaituba (PA) Sandra Maria Correia da Silva havia concedido liminar de reintegração de posse para desbloqueio da rodovia. A desobstrução do tráfego acabou ocorrendo por volta do meio-dia, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Os indígenas prometem, contudo, novo protesto às 18h, segundo a PRF. Contudo, a juíza havia concedido medida cautelar determinando multa diária de R$ 10 mil caso manifestantes promovessem novas interrupções da passagem de veículos ou pedestres na BR-163.

Os caiapós divulgaram uma lista de reivindicações, repassada pela PRF. O texto está dividido em quatro temas, com várias demandas em cada um: saúde indígena, incluindo reforma na Casa de Apoio à Saúde do Índio (Casai) local; BR-163, com manutenção ou abertura de ramais para terras indígenas na região; Ferrogrão, com consulta aos indígenas sobre os impactos da ferrovia, e proteção territorial, com fechamento de garimpos no Rio Curuá e expulsão de garimpeiros de terras indígenas.

Segundo a PRF, os indígenas estão negociando as suas demandas com representantes da Advocacia Geral da União (AGU) e, se houver um acordo, podem suspender a manifestação das 18h. Conforme a PRF, já não há mais filas de caminhões no local. Ontem, o congestionamento chegou a 3 quilômetros no trecho.

A BR-163 é uma das principais vias de escoamento de soja e milho do Centro-Oeste para os portos do Arco Norte. Na segunda-feira, caminhoneiros que seguiriam de Mato Grosso para o Pará foram orientados a permanecer nos municípios mato-grossenses de Matupá ou Guarantã do Norte por causa do bloqueio da rodovia.

Fonte:
Estadão Conteúdo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário