Chicago: Soja perde mais de 20 pts depois de números do USDA

Publicado em 09/12/2011 14:17 662 exibições
Os futuros dos grãos negociados na Bolsa de Chicago estão registrando fortes baixas na sessão regular desta sexta-feira. O principal motivo da baixa são os números divulgados na manhã de hoje pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) em seu relatório mensal de oferta e demanda.

O departamento trouxe estimativas maiores para os estoques finais de soja, milho e trigo na safra 2011/12 não só dos Estados Unidos, mas sobre os mundiais também.

Para a soja norte-americana, o USDA aumento suas estimativas de 5,3 milhões de toneladas -  reportadas em novembro - para 6,26 milhões de toneladas. O aumento nos estoques de milho, porém, foram menos expressivos - de 21,3 para 21,5 milhões de toneladas.

No cenário mundial, as reservas da oleaginosa passaram de 63,56 milhões para 64,54 milhões de toneladas e as de milho passaram de 121,57 para 127,19 milhões de toneladas.

Às 15h (horário de Brasília), os principais vencimentos tinham baixas de mais de 25 pontos. O contrato maio/12 - referência para a safra brasileira - era cotado a 11,25 por bushel, perdendo 26,75 pontos. No mercado do milho e do trigo, no entanto, as baixas eram menos severas, de mais de 11 pontos e de quase 10, respectivamente.

Apesar desse relatório tido como baixista pelos analistas, porém, o mercado não deve recuar muito mais do que está sendo registrado hoje. Isso acontece porque, de acordo com o analista de mercado Daniel D'Ávilla, da New Edge Consultoria, o mercado já havia precificada parcialmente este incremento nos estoques.

D'Ávilla afirmou ainda que a macroeconomia deverá continuar guiando os negócios entre as commodities agrícolas. O que deverá movimentar os preços de agora em diante serão as notícias vindas do mercado financeiro, principalmente sobre a saúde da economia Europeia.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário