Mercado fecha em baixa com falta de solução para a crise européia

Publicado em 14/12/2011 17:03 e atualizado em 14/12/2011 17:58 424 exibições
O nervosismo do mercado financeiro e a forte valorização do dólar index fez com que os futuros dos grãos negociados na Bolsa de Chicago registrassem mais um dia de severas baixas. Nos piores momentos da sessão, a soja e o trigo chegaram a perder mais de 20 pontos.

Uma solução concreta para a crise europeia parece estar ainda bastante distante e isso preocupa mais o mercado financeiro a cada dia. A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, alertou ao mundo que não se espere uma solução rápida para a crise da Europa, que, segundo ela, "poderá demorar anos". 


Diante disso, os investidores seguem liquidando suas posições nas commodities agrícolas por manterem-se avessos ao risco. Além disso, a alta da moeda norte-americana também faz com que as commodities norte-americanas tornem-se menos atrativas para os compradores, pois acaba ficando mais cara.

Nesta quarta-feira, as principais bolsas de valores ao redor do mundo fecharam em baixa refletindo essa espera por medidas definitivas para a crise que assola o continente europeu. Segundo analistas, essa incerteza voltou a ditar o rumo dos mercados.

Diante disso, a oleaginosa chegou ao patamar dos US$ 11 por bushel, valor tido como um piso para os negócios "Essa é a Linha de suporte que o mercado tem depois dessa virada das últimas semanas, e isso é realmente perigoso. O rompimento dessa linha pode desencadear uma nova onde baixas", disse o analista de mercado Flávio França, da agência Safras & Mercado.

O analista disse ainda que o anúncio feito pelo Federal Reserve (o Banco Central norte-americano) sem nenhuma novidade de estímulo para a economia dos EUA contribuiu para o tom negativo no cenário macroeconômico. O petróleo, entre outras commodities, registrou baixas superiores a 5%, outro fator de pressão para os preços.

No caso da soja, nem mesmo a seca em importantes regiões produtoras da América do Sul foram capazes de sustentar o mercado. A estiagem ocorre apenas em alguns bolsões isolados e ainda não são registradas perdas. O nível de umidade do solo está baixo e isso já começa a preocupar bastante os produtores, já que a previsão é de clima seco por mais 15 dias.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário