Grãos fecham em alta com clima adverso na América do Sul

Publicado em 20/12/2011 17:02 e atualizado em 21/12/2011 06:19 690 exibições
O mercado de grãos na Bolsa de Chicago fechou esta terça-feira em campo positivo. Pelo quarto pregão consecutivo, os futuros da soja, do milho e do trigo encerraram o dia no azul, refletindo, principalmente, as condições climáticas adversas na América do Sul.

O clima seco no Brasil e na Argentina já preocupa os produtores e já chama a atenção do mercado. Isso acontece pois uma quebra na safra sulamericana poderia fazer com que a demanda migrasse para a oleaginosa norte-americana e também comprometeria os estoques mundias. O cenário, portanto, acaba alavancando os preços na CBOT que hoje, durante a sessão, chegou a subir mais de 12 pontos.

As adversidades climáticas também oferecem suporte ao mercado do milho, uma vez que a falta de chuvas poderia castigar também lavouras plantadas com o cereal. O trigo, por sua vez, caminha na esteira dos ganhos dos mercados vizinhos e também seguem sustentados.

Nesta terça-feira, além do fundamento climático, o cenário macroeconômico também se mostrou bastante firme - além da baixa do dólar - e o quadro acabou favorecendo o movimento altista dos grãos. Porém, os ganhos em Chicago foram mais moderados.

"A macroeconomia hoje estava muito forte, mas o mercado estava mais moderado. Ele se descolou um pouco do financeiro e agora está de olho nas condições climáticas", disse o analista de mercado Daniel D'Ávila, da New Edge corretora, em Nova York.

D'Ávila disse ainda que o volume de negócios em Chicago está bem aquém do normal por conta da proximidade das festas de fim de ano. Hoje, por exemplo, o mercado trabalhou com a metade do volume tradicional, permitindo que toda movimentação pudesse ser percebida com maior intensidade. "Os investidores não querem se envolver muito nos negócios agora próximos do final de ano", disse.

Essas altas registradas nos últimos quatro pregões não quer dizer, de acordo com o analista, uma tendência positiva para os preços, mas apenas a necessidade do mercado de se ajustar. Os fundamentos que beneficiam esse avanço são o clima desfavorável na América da Sul e a necessidade de mudança de posição dos investidores de curto prazo.

Clique nos links abaixo e confira como ficaram os fechamentos dos grãos nesta terça-feira:

>> SOJA

>> MILHO

>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário