Soja: Abiove mantém estimativa para safra brasileira em 74,6 mi de t

Publicado em 02/01/2012 14:04 867 exibições
A Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais)  manteve sua estimativa de 74,6 milhões de toneladas para a safra brasileira de soja 2011/12.

De acordo com o economista da organização, Daniel Amaral, "não deu pra avaliar bem os impactos do clima, outras consultorias estão nessa linha, e a nossa pesquisa com os associados resultou nessa média de produção".

No entanto, esses números ainda não estão confirmados, já que há uma incerteza quanto ao volume final da safra brasileira por conta da estiagem que castiga as lavouras da região Sul do país.

No Paraná e no Rio Grande do Sul, o potencial produtivo das plantações vem sendo afetado severamente pela falta de chuvas, pelas altas temperaturas e pela baixa umidade do solo. No entanto, ainda não é possível mensurar o tamanho do prejuízo que a seca vem causando. Números oficiais deverão ser divulgados nas próximas semanas.

A Céleres Consultoria também manteve sua estimativa para a colheita brasileira da oleaginosa. A aposta, porém, é maior do que a da Abiove e é de 75,6 milhões de toneladas. Entre os analistas privados, a Céleres é a consultoria que tem uma das projeções mais altas.   

Na temporada anterior, 2010/2011, os produtores brasileiros colheram 74,3 milhões de toneladas, de acordo com os dados da associação.

Exportações e processamento - Sobre as exportações, a Abiove aumentou, novamente, suas estimativas para a temporada comercial 2012/13 para 34 milhões de toneladas, ante 33,5 milhões de toneladas projetados anteriormente. O volume é recorde.

Para o ciclo 2011/12, a estimativa da associação é de que o Brasil exporte 33,2 milhões de toneladas. A previsão anterior era de 32,6 milhões de toneladas.

Sobre o processamento para a safra 12/13, a estimativa da Abiove é de 37,6 milhões de toneladas, número que ficou em linha com o projetado em dezembro.

Com informações da Reuters.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário