Na defensiva, grãos fecham o dia próximos da estabilidade

Publicado em 08/02/2012 15:23 e atualizado em 08/02/2012 18:45 730 exibições
Após uma abertura positiva na sessão regular desta quarta-feira, os futuros dos grãos negociados na Bolsa de Chicago passaram para o campo negativo. Por volta das 16h (horário de Brasília), a soja recuava pouco mais de 2,50 pontos em seus principais vencimentos. Já o milho perdia mais de 4 pontos, e o trigo mais de 3.  Segundo analistas, os preços passam por um movimento de realização de lucros após as expressivas altas do pregão noturno e do início da sessão diurna.

Além disso, as expectativas para o relatório de oferta e demanda que o USDA (Departamanto de Agricultura dos Estados Unidos) divulga nesta quinta-feira (9) acabam tirando um pouco da direção do mercado, e os investidores ajustam suas posições antes da divulgação do boletim.

Como explicou o analista de mercado Pedro Dejneka, da PHDerivativos, para elevar ainda mais os preços seria necessária uma "faísca" no mercado, novidades que alavancassem as cotações.

"O relatório precisará vir bastante altista para trazer esta faísca, pois o mercado já precificou bastante os fatos dos últimos dias. Ou seja, a expectativa é de alta - um relatório 'morno' pode assustar investidores e trazer realização de lucros.  Em contrapartida, um relatório mais altista que o esperado (com números de produção de soja e milho na Argentina e no Brasil abaixo do que já é cogitado e dados de demanda no milho principalmente fortes) pode trazer a tão esperada "faísca" ao mercado", complementou Dejneka.

Paralelamente, fatores externos também pressionam os preços nesta quarta-feira. O bom humor do mercado foi revertido e os negócios passaram a caminhar por um viés negativo, o que contribui com o recuo dos preços. Além disso, a baixa do petróleo e de metais preciosos acabaram sendo refletidas negativamente.


Ao longo do pregão diurno, os futuros da soja, do milho e do trigo foram devolvendo as perdas e acabaram encerrando a quarta-feira próximos da estabilidade, com pequenas variações negativas. Apenas o primeiro vencimento do milho fechou no azul. 

Confira como ficaram os preços nesta quarta-feira:



Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário