CBOT: Soja opera com volatilidade e milho trabalha em alta

Publicado em 05/03/2012 14:07 e atualizado em 05/03/2012 15:36 992 exibições
A sessão regular desta segunda-feira está marcada pela volatilidade no mercado da soja na Bolsa de Chicago. A oleaginosa deu início aos trabalhos em território negativo, estendendo as ligeiras perdas registradas no pregão noturno de hoje. 

Porém, por volta das 13h40 (horário de Brasília), as cotações já haviam passado para o campo positivo. Os ganhos, porém, eram bastante tímidos e não passavam do 1,50 ponto. O avanço não durou muito tempo e logo os preços voltaram a operar no vermelho. 

Como explicou o analista de mercado Flávio França, da agência Safras & Mercado, o mercado segue sustentado no curto prazo, ainda focando os números que chegam sobre as perdas na América do Sul e mais a demanda aquecida pela soja norte-americana.

França disse ainda que a realização de lucros registrada nas últimas sessões já era esperada diante do forte e grande movimento dos fundos de investimentos no último mês. E, em função desse momento, novas realizações podem acontecer, porém, serão movimentos rápidos e pouco expressivos. 

No entanto, a ausência de novidades entre os fundamentos impedem que sejam registrados movimentos mais expressivos e novas e significativas altas.

Milho - Já o milho, em contrapartida, opera com uma firme alta nesta segunda-feira em Chicago. Às 14h30 (horário de Brasília), os principais vencimentos do cereal somavam mais de 7,50 pontos, e o março/12 já chegou a subir mais de 11 pontos.

Analistas afirmam que a previsão de clima seco para a região central dos Estados Unidos  no início da primavera já começa a dar suporte aos preços. As condições climáticas poderiam prejudicar o desenvolvimento do grãos e restringir a oferta norte-americana. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário