Soja: Oferta restrita e demanda aquecida garantem fechamento positivo na CBOT

Publicado em 15/03/2012 14:35 e atualizado em 15/03/2012 16:49 1839 exibições
Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago ampliaram os ganhos registrados na sessão noturna desta quinta-feira e subiram ainda mais no pregão regular na Bolsa de Chicago e fecharam o dia com fortes altas. Nos contratos mais próximos, os ganhos se aproximaram dos 20 pontos. O milho e o trigo também fecharam em alta. 

A demanda está aquecida e a oferta está ajustada. As compras, principalmente por parte da China, devem continuar aumentando e essas boas expectativas seguem estimulando o avanço dos preços em Chicago. Esse bom momento da procura pela oleaginosa norte-americana foi ainda confirmado pelo relatório de registro de exportações divulgado hoje pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), que trouxe as exportações semanais de soja acima das expectativas do mercado. 

Além disso, a oferta deve ficar ainda mais restrita nos Estados Unidos, haja visto que a área destinada ao plantio da soja deve ser reduzida em detrimento do aumento para o milho e para o trigo. Porém, essas fortes altas vistas nos últimos dias poderia, de acordo com alguns analistas, reverter esse sentimento, fazendo com que a oleaginosa ganhasse um pouco mais de espaço. 

Essas informações sobre a batalha por área entre os grãos e a oleaginosa também devem contribuir para a alta das commodities, uma vez que é necessário que as mesmas mantenham seus preços atrativos de modo a garantir sua alta. 

O milho e o trigo também operaram em alta nesta quinta-feira, encerrando o dia em terreno positivo. Segundo analistas, no caso do milho, compras especulativas - que acompanham a baixa do dólar e o movimento positivo do mercado financeiro - deram suporte aos preços. 

Paralelamente, o bom desempenho também das exportações semanais dos EUA e as expectativas de que a China irá aumentar suas compras de milho contribuíram para o avanço dos preços. A nação asiática enfrenta um momento em que os preços do grão no mercado doméstico estão bastante altos e acaba sendo mais viável importar. 

Já o trigo segue o bom momento da soja para avançar, e o anúncio da venda de trigo dos EUA para o Egito. Hoje, a estatal de abastecimento do país africano anunciou a compra de 120 mil toneladas de trigo dos EUA e do Canadá, sendo 60 mil de cada local. 

Veja como ficaram as cotações no fechamento desta quinta-feira em Chicago:



Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário