Em Chicago, soja segue buscando direção e fecha com leves perdas

Publicado em 22/03/2012 17:38 e atualizado em 22/03/2012 20:16 839 exibições
Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago encerraram a sessão regular desta quinta-feira em baixa. As perdas, nos principais vencimentos, ficaram entre 4 e 6 pontos. Após o ensaio da recuperação de ontem, o mercado voltou a realizar lucros nos negócios de hoje. 

Entre os motivos da baixa, está o dia negativo enfrentado hoje pelo mercado financeiro. Notícias ruins vindas da China e sobre uma desaceleração de sua economia, e mais informações sobre a crise da Europa, deixaram os investidores mais avessos ao risco. Com isso, as bolsas de valores, o petróleo e os metais encerraram o dia em baixa. 

Além disso, os movimentos ainda estimularam uma alta do dólar, que acaba tirando parte da competitivida da soja dos EUA e contribuiu para o fechamento negativo da oleaginosa em Chicago. 

Paralelamente, os traders ainda buscam um melhor posicionamento antes do relatório que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) sobre o plantio da safra 2012/13 no país. Espera-se uma área maior para o milho, a maior desde 1944. Porém, isso pode ser revertido em função da forte alta da soja nos útlimos meses. Os dados serão divulgados no próximo dia 30. 

Exportações semanais da oleaginosa pelos portos norte-americanas também exerceram um papel de pressão negativa na sessão de hoje. 

Por outro lado, o cenário fundamental positivo ajudou a evitar perdas mais expressivas. O mercado ainda tem o suporte da demanda aquecida e da quebra na produção da América do Sul. 

Milho e Trigo - O milho e o trigo, porém, encerraram o dia em alta. O milho acompanhou o bom desempenho do mercado vizinho e acabou passando para o terreno positivo depois da abertura negativa. 

No caso dos grãos, as exportações semanais norte-americanas dentro das expectativas do mercado contribuíram para o avanço dos preços nesta quinta-feira. Porém, compras chinesas de milho da Austrália acabaram limitando a alta das cotações do cereal. 

Veja como ficaram as cotações no fechamento desta quinta-feira:



Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário