CBOT: Soja sobe e encerra o dia com altas de dois dígitos

Publicado em 26/03/2012 17:51 1654 exibições
Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago fecharam a primeira sessão regular da semana com expressivas altas nesta segunda-feira. Os principais vencimentos encerraram o dia com mais de 10 pontos de alta, com o contrato maio, referência para a safra brasileira, cotado a US$ 13,84 por bushel, com alta de 12,50 pontos. 

Os fundamentos positivos continuam ditando os negócios na CBOT. A oferta restrita e demanda aquecida, principalmente pela soja norte-americana seguem impulsionando novos avanços e foram confirmados por notícias divulgadas hoje.

A estatal chinesa Cofco anunciou hoje que as importações de soja da China  podem chegar a 58 milhões de toneladas, volume bem maior do que o importado no ano passado. Além disso, a consultoria alemã Oil World voltou a reduzir sua estimativa para a safra mundial de soja em 22 milhões de toneladas, projetando uma colheita de 242,9 milhões de toneladas.

Além disso, o mercado também procura se posicionar melhor diante do relatório de plantio da safra 12/13 que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

As expectativas iniciais eram de que o milho registrasse um bom aumento de sua área, atingindo a maior desde 1944. No entanto, as recentes e expressivas altas da soja poderiam reverter esse sentimento. 

O trigo também fechou a segunda-feira em alta. O mercado encontrou suporte na valorização da soja e caminhou na esteira da oleaginosa. A queda do dólar e mais o avanço do petróleo e dos metais também impulsionaram os preços.

Milho - Na contramão da soja e do trigo, porém, o milho fechou em queda. Por boa parte do pregão, os futuros do cereal negociados em Chicago seguiu a alta dos mercados vizinhos, porém, acabou sucumbindo à realização de lucros. 

Veja como ficaram as cotações no fechamento desta segunda-feira:



Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário