Estoques mundiais de 10 oleaginosas devem recuar 18%, estima Oil World

Publicado em 27/03/2012 09:07 649 exibições
Os estoques mundiais de 10 oleaginosas deverão cair 18% e a produção pode atingir o menor nível em três anos por conta da severa quebra na safra da América do Sul causada por uma severa estiagem que atingiu o continente. 

De acordo com os últimos números da Oil World, as reservas de oleaginosas, incluindo soja e canola, irão recuar para 72,4 milhões de toneladas ante as 88,7 milhões do ano anterior. A produção deverá chegar a 439,6 milhões de toneladas, com um declínio de 2,9%. Essa baixa deve dar-se também em função do aumento de 3,1% do uso das oleaginosas para o preparo de alimentos, combustível e ração animal.

"Apesar de um ligeiro racionamento de demanda, haverá, ainda assim, um expressivo declínio nos estoques mundiais de oleaginosas. O acentuado recuo das reservas globais no final desta temporada está aumentando a dependência de um aumento do plantio no Hemisfério Norte", disse a consultoria alemã em seu último relatório. 

Só neste ano, os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago já subiram 15% e a canola já registrou, em 2012, uma alta de 16% na Bolsa de Valores de Winnipeg, no Canadá. Na Malásia, o óleo de palma subiu 9,8%.  

Com informações da Bloomberg. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário