Chicago: Soja recupera parte das perdas e fecha o dia em campo misto

Publicado em 26/04/2012 16:29 e atualizado em 26/04/2012 19:57 1163 exibições
A soja encerrou a quinta-feira em território misto na Bolsa de Chicago. O mercado continou seu movimento de realização de lucros iniciado no pregão noturno de hoje e estendeu parte das perdas para a sessão regular. Porém, os vencimentos mais curtos conseguiram reagir e fecharam o dia no azul. 

Nos últimos dias, a soja vem registrando uma forte valorização na Bolsa de Chicago em função, ainda, dos fundamentos positivos. Nesta quarta-feira (25), a commodity bateu o melhor preço em três anos e meio, a realização de lucros, portanto, não passa de um movimento natural do mercado, o qual já vinha sendo sinalizado pelos analistas. Além disso, os fundos estão bastante comprados e qualquer sinalização de venda dos mesmos é refletido pelos preços. 

Entretanto, justamente por conta do cenário fundamental positivo, a tendência altista permanece no mercado da soja. O sentimento de que a safra da América do Sul poderá ser ainda menor do que as últimas projeções e rumores de novas compras do grão americano por parte da China asseguram essas boas expectativas.

Na Argentina, a Bolsa de Cereais de Buenos Aires reduziu em um milhão a estimativa para sua safra, agora projetada em 43 milhões de toneladas. Aqui no Brasil, a Abiove prevê nova redução para a safra brasileira e agora projeta uma colheita de 65,9 milhões de toneladas.  

Além disso, as cotações ainda encontraram suporte nos últimos números de exportações semanais reportados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) nesta quinta-feira. As vendas de soja ficaram acima do esperado pelo mercado e somaram mais de 1 milhão de toneladas, sendo 962,2 mil toneladas referentes è safra 11/12. 

Assim como a soja, o milho também encerrou a quinta-feira no misto. Os vencimentos mais próximos encontraram suporte no bom desempenho do trigo e das vendas semanais norte-americanas. 

Veja como ficaram as cotações no fechamento desta quinta-feira em Chicago:



Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário