Porto de Santos recebe 58% do óleo de soja bruto de MS

Publicado em 08/05/2012 07:56 484 exibições
As 10 indústrias que fabricam óleo vegetal em Mato Grosso do Sul exportaram no primeiro trimestre de 2012 aproximadamente 12.9 milhões de quilos de óleo de soja para três países, o equivalente a 15% a mais em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior no mês de abril desse ano a soma de óleo de soja bruto exportado pelo Brasil acarretou em uma média diária de 6,6 mil toneladas.

Em 2011 Mato Grosso do Sul encaminhou 49% de todo o óleo de soja bruto para a China, 25% foi destinado a Bangladesh e os demais 14% encaminhados à França. Sendo que a maior porcentagem é escoada via Porto de Santos (SP), responsável por 58% da exportação entre os meses de janeiro e março de 2012, enquanto o Porto de Paranaguá (PR) recebeu 37% e outros 5% foram direcionados ao Porto de São Francisco (SC)

De acordo com a Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul – Aprosoja/MS, as exportações de óleo de soja bruto representam 93% de toda exportação de óleo do Estado.

Grãos

Em 2012 os grãos de soja foram basicamente divididos entre os Portos de Santos e São Francisco do Sul, recebendo respectivamente 51% e 49% dos grãos cultivados em MS. Durante todo o ano passado o levantamento constatou que foram destinaram 40% dos grãos via Porto de Santos, 35% via Paranaguá e os demais 24% encaminhados a São Francisco do Sul.

Logística

As informações da Aprosoja/MS esclarecem que uma média de 90% dos grãos de soja do Estado são escoados pelas rodovias, e 95% desses grãos são considerados transgênicos.
Tags:
Fonte:
Aprosoja

1 comentário

  • Virgilio Andrade Moreira Guaira - PR

    Com relação a esta notícia a Aprosoja/MS deve pressionar para que seja construida a ferrovia de Cascavel a GuairaPR e de Guaira PR a DouradosMS como opção estratégica para a sobrecarga de Santos. Na verdade quem paga o frete e todos os custos é o produtor,, e um frete rodoviário de longa distancia reduz drasticamente o lucro da atividade, diminuindo a capacidade de investir e gastar do produtor.

    0