Soja: Mercado devolve parte das perdas, mas ainda fecha no vermelho

Publicado em 31/01/2013 18:26 e atualizado em 31/01/2013 19:08
1181 exibições
Nesta quinta-feira (31), a soja fechou o pregão em baixa, com perdas pouco significativas, entre 3,75 e 7,50 pontos. O mercado realizou lucros depois de ter encerrado a sessão anterior com ganhos de mais de 20 pontos nos principais vencimentos. Além disso, o final do mês traz mais cautela aos traders, que buscam se posicionar melhor à espera de novas informações no próximo mês e, principalmente, sobre o clima na América do Sul e o impacto que o mesmo deve ter nos resultados finais da produção sulamericana.  

Na sessão de hoje, segundo explicaram os analistas, o mercado operou de forma técnica com esse recuo, em um movimento natural após expressivas altas. Porém, o foco principal dos ainda é a adversidade climática na América do Sul, mais significativamente na Argentina, e também a demanda mundial por soja bastante ativa. 

A previsão para Argentina é de que o tempo continue quente e seco nos próximos dias e essas condições já devem resultar em perdas para a safra 2012/13 do país, uma vez que o potencial produtivo das lavouras já começa a ser reduzido. Em regiões como Córdoba e Buenos Aires não chove significativamente há mais de 15 dias. 

No Brasil, a falta de chuvas castiga regiões produtoras do Sul do país e, por outro lado, no Centro-Oeste, o excesso das mesmas compromete o andamento da colheita, que já se mostra atrasado em algumas localidades. Outro fator que exerce uma pressão positiva no mercado também é a logística insuficiente do Brasil, que não permite o escoamento da safra de soja que começa a chegar nos portos no tempo adequado.

Veja como ficaram as cotações no fechamento desta quinta-feira:



Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Euripedes Mario Dutra Maracaju - MS

    nao ha soja nem milho no brazil e mundo quem puder segurar que segure,vai valer ouro.

    0