CBOT: Grãos ainda operam em baixa; milho perde mais de 40 pts

Publicado em 01/04/2013 10:52 e atualizado em 01/04/2013 14:45
1775 exibições
Os futuros da soja, milho e trigo continuam operando em queda na Bolsa de Chicago na sessão desta segunda-feira. Às 14h10 (horário de Brasília), a soja perdia entre 4,50 e 14,50 pontos, com o vencimento maio/13, referência para a safra brasileira, cotado a US$ 13,90 por bushel. As baixas no milho superavam os 40 pontos nos contratos mais próximos. 

A queda ainda reflete os números que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou na última quinta-feira, 28 de março. O órgão reportou estoques trimestrais de soja e milho no país bem acima do esperado e acabou surpreendendo o mercado, que há dias vinha se posicionando para um relatório com os menores estoques em 15 anos. 

Segundo Vinícius Ito, analista de mercado da Jefferies, esse aumento dos estoques, principalmente dos de milho que foi de 10 milhões de toneladas acima do esperado, poderia ser resultado, entre outros motivos, de o fato de o USDA poder ter "subestimado" o tamanho da safra do ano passado - que foi severamente reduzida em função da seca. 

"Isso coloca uma oferta excedente no mercado e pesa sobre as cotações. Estamos esperando para ver onde será o próximo equilíbrio dos preços", explicou Ito. "Como ainda tem o plantio nos Estados Unidos pela frente, essa não costuma ser uma época muito baixista para os preços tanto da soja quanto do milho. Então, o ajuste que o mercado está fazendo agora poderia ser relativamente modesto (...) mas ainda podemos sentir uma pressão vendedora dos fundos e outros agentes", complementa o analista. 

Confira a entrevista de Vinícius Ito ao jornalista João Batista Olivi, no Mercado & Cia:

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • salvador reis neto Santa Tereza do Oeste - PR

    o que sera que a dizer Leones severo?

    0