Grãos tem sessão volátil na CBOT. Soja sobe e milho opera no misto

Publicado em 02/04/2013 12:45 e atualizado em 02/04/2013 15:38 1021 exibições
Nesta terça-feira (2), os futuros dos grãos tentaram sustentar uma recuperação após a forte queda dos últimos dias. Por volta das 15h20 (horário de Brasília),  o milho operava em campo misto, trabalhando dos dois lados da tabela, enquanto a soja tentava retomar os ganhos registrados mais cedo. O trigo, por outro lado, se sustentava em território positivo. 

A intensa e recente baixa dos preços estimulou uma volta dos compradores ao mercado diante de valores mais atrativos, confirmando a demanda mundial por grãos ainda bastante aquecida. Para Vlamir Brandalizze, consultor da Brandalizze Consulting, o mercado também se volta novamente aos fundamentos, que seguem bastante positivos. 

"O mercado está voltando a olhar para os fundamentos, para a demanda internacional principalmente, está mostrando que alguns compradores já começam a aparecer de maneira agressiva para levar a soja e o milho porque as posições ficaram mais baratas, ou seja, para os importadores essa queda foi interessante e essa é a hora de comprar, de formar estoques", explicou Brandalizze. 

Para o consultor, mesmo o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportando estoques tanto de soja quanto de milho acima do esperado pelo mercado, os preços ainda estão baixos diante da atual oferta frente ao ritmo em que cresce a demanda global. "Com demanda crescente, as cotações devem voltar a patamares registrados há duas semanas, pouco antes do relatório. Estamos voltando a olhar o mercado com um pouco mais de otimismo", afirma. 

Por outro lado, para Carlos Cogo, analista de mercado da Cogo Consultoria Agroeconômica, ainda é cedo para se falar em uma recuperação sustentada, mas o que se observa neste momento é uma "interrupção de perdas mais fortes acumuladas de duas sessões".

Aos poucos, o mercado começa a dividir sua atenção com as notícias sobre o início da nova safra nos Estados Unidos. O plantio do milho deverá ser iniciado ainda este mês e o da soja em maio. Importantes regiões produtoras ainda sofrem com a baixa temperatura do solo e o tempo seco. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário