Soja e milho têm pouca movimentação em Chicago antes do USDA

Publicado em 10/04/2013 12:00 834 exibições
O mercado internacional de grãos opera com pouca movimentação na Bolsa de Chicago nesta quarta-feira (10) à espera do relatório de oferta e demanda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulga hoje às 13h (horário de Brasília). O departamento atualiza suas estimativas para os números de oferta e demanda e a espera pelos dados traz mais cautela aos investidores, que buscam se posicionar melhor antes do reporte. 

Aguardando pelas informações, por volta das 11h40 (horário de Brasília), a soja operava em território misto, com as posições de mais curto prazo recuando pouco mais de 1,50 ponto e os vencimentos mais longos subiam entre 0,25 e 2 pontos. O mesmo acontecia no mercado do milho, porém, no trigo, as baixas variavam entre 5 e 8 pontos. 

A principal atenção se volta para os números de estoques finais dos grãos nos Estados Unidos. Segundo um levantamento feito pelas agências internacionais Bloomberg e Dow Jones, os estoques de soja deverão ficar em 3,67 milhões de toneladas, contra as 3,4 estimadas em março; os de milho devem aumentar de 16,05 milhões para 21,59 milhões de toneladas e os de trigo de 19,49 para 19,84 milhões de toneladas. 

"O mercado está focando agora sua maior atenção no que sobra de soja e milho nos Estados Unidos e qual seria o racionamento necessário até o final do ano. Os Estados Unidos já exportaram boa parte dessa safra velha em relação ao que o USDA está estimando", diz Vinícius Ito, da Jefferies, de Nova York.
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário