Pouca oferta nos EUA estimula altas da soja e do milho na CBOT

Publicado em 18/06/2013 12:50 1681 exibições

Na sessão desta terça-feira (18), o mercado internacional de grãos opera em alta na Bolsa de Chicago. Durante o pregão regular, a soja intensificou seus ganhos e, por volta das 12h23 (horário de Brasília), os primeiros vencimentos subiam mais de 10 pontos. Milho e trigo também registravam bons ganhos. 

Segundo o analista de mercado Pedro Dejneka, da PHDerivativos, o mercado agora se foca na safra velha dos Estados Unidos e nos ajustados estoques de soja e milho. A pouca oferta disponível, principalmente da oleaginosa, tem sido disputada pelo mercado interno e pelos importadores, o que ainda oferece sustentação às cotações no curto prazo. 

Esse é o principal fator, de acordo com o analista, para a alta também nos vencimentos mais distantes, que são positivamente influenciados pelas altas dos contratos mais próximos. 

"A situação na safra velha nos contratos de julho é uma situação bastante apertada, os prêmios aqui nos Estados Unidos estão altíssimos para essa época do ano, tanto para a soja quanto para o milho, a indústria norte-americana faz o possível para tirar o que resta aqui dentro das mãos do produtor", afirma Dejneka

Ao mesmo tempo, apesar das altas registradas neste pregão, a tendência para os vencimentos mais distantes, referentes à nova safra norte-americana, é de pressão para os preços caso o clima se mantenha favorável ao desenvolvimentos das lavouras e as expectativas de uma grande safra se confirmem.

Para o analista, o ponto mais importante a se observar nesse processo são as condições climáticas entre julho e agosto e, até que se tenha uma melhor definição sobre isso, o mercado deve trabalhar com volatilidade e em cima dessas boas expectativas. 

No link abaixo, confira a íntegra da entrevista de Pedro Dejneka:

>> Pedro Dejneka - Mercado Internacional de Grãos

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário