EUA 2013: Seca se expande no Corn Belt. Veja levantamento do Notícias Agrícolas sobre condições de clima nos principais estados

Publicado em 10/09/2013 10:48 e atualizado em 10/09/2013 11:44
2638 exibições
e produtividade da nova safra dos EUA continua sendo prejudicada

A fata de chuvas continua castigando a maior parte do Corn Belt, principal região produtoras de grãos dos Estados Unidos. Nem mesmo as tempestades ocorridas no último final de semana foram suficientes para trazer algum alívio às lavouras, já que foram chuvas esparsas e pouco volumosas. Apenas algumas partes superiores do cinturão foram ligeiramente beneficiadas, em estados como a Dakota do Norte e Minnesota. Assim, a seca persiste e as condições de calor estão causando problemas significativos nas pastagens e na soja e no milho imaturos.

Nas planícies, as chuvas se limitam à parte norte da região, incluindo partes de Montana e de Dakota do Norte. A chuva nas planícies do norte abranda os esforços da colheita de trigo no final da temporada. Enquanto isso, o tempo quente e seco do centro e do sul das Planícies favorece os trabalhos de campo, mas mantem o estresse em pastagens e culturas de verão imaturas em áreas com baixa umidade de solo. Já no Sudeste, as condições são um pouco melhores depois de uma primaveira bastante chuvosa. Porém, a seca está se expandindo gradualmente e se intensificando a partir da região oeste da Costa do Golfo, no vale do baixo Mississipi. No Oeste, o tempo chuvoso do Arizona e do sudeste de Wyoming contrasta com o clima quente e seco na costa do Pacífico e nas Montanhas Rochosas do Norte.

Diante dessas condições de clima bastante adversas, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou, nesta segunda-feira (9), seu novo relatório de acompanhamento de safra e reduziu, novamente, seu índice de lavouras em boas ou excelentes condições tanto para a soja quanto para o milho. Para a oleaginosa, em uma semana, o número caiu de 54 para 52% e, para o cereal, o recuo foi de 54 para 56%. 

O departamento traz ainda seu novo boletim mensal de oferta e demanda nesta quinta-feira, 12, e as expectativas é de que as estimativas para produção, produtividade e estoques finais sejam revisadas para baixo dadas essas perdas causadas pela seca. 

Segundo informações do site Agriculture.com, as condições da soja e do milho produzidos nos EUA apresentam bastante variação e muitos produtores já se dizem muito desapontados com seus resultados de produtividade este ano. 

Os prejuízos mais severos são registrados na produção de soja, já que a falta de chuvas chegou em um momento em que a água é determinante para a maturação, uma vez que as lavouras estão em fase de enchimento de grãos. Já as plantações de milho já estão mais maduras e não sentiram tanto a falta de umidade, apesar de em alguns estados os produtores registrarem rendimentos mais baixos. 

Previsão do tempo - Para os próximos 10 dias, as temperaturas deverão estar acima do normal e as chuvas deverão estar abaixo da média em todo o país. O clima mais úmido será limitado às regiões Sul e em algumas áreas do oeste das Planícies. Segundo a meteorologista Desirée Brandt, em entrevista ao Mercado & Cia., do Canal Rural, o meio-oeste americano deve receber chuvas nos próximos dias, mas elas serão inexpressivas, sendo insuficientes para reverter o quadro da seca regionalizada. Estas chuvas devem chegas aos estados de Nebraska, Iowa, Wisconsin, Illinois, Ohio e Indiana.

Abaixo, algumas imagens do site norte-americano Agriculture.com mostram a situação dos campos no Corn Belt:

EUA - Milho 4

EUA - Milho 3

EUA - Milho 2

EUA - Milho 6

Tags:
Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário