Com foco na demanda, soja encontra suporte para avanço na CBOT

Publicado em 27/09/2013 11:41
1403 exibições

O mercado internacional da soja voltou a subir nesta sexta-feira (27) na Bolsa de Chicago. Na sessão regular, por volta das 11h10 (horário de Brasília), os principais vencimentos subiam entre 0,50 e 7 pontos. Mais cedo, os preços chegaram a registrar pequenas perdas, porém, sem oscilações muito expressivas. As cotações, portanto, passam por mais um pregão em que o mercado busca definir uma direção. 

À espera de definições sobre a safra 2013/14 dos Estados Unidos, o mercado vem operando de forma técnica, na defensiva antes de definir um direcionamento para os preços. A colheita vem contando com boas condições climáticas, segundo analistas, para se desenvolver nas principais regiões produtoras, deixando cada vez mais próxima a entrada desse novo produto norte-americano no mercado. 

Além disso, os traders e investidores aguardam também por relatórios que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz nos próximos dias, os quais devem reportar resultados mais concretos sobre a nova temporada norte-americana. Na segunda-feira, dia 30 de setembro, serão divulgados os números sobre os estoques trimestrais dos EUA. Já no dia 11 de outubro, o novo boletim de oferta e demanda será apresentado. 

"Toda a atenção dos players do mercado se volta para esse relatório, onde o USDA terá números mais concreto sobre o peso dos grãos e números de vagens na soja, tendo mais realidade sobre a safra americana. Esse relatório de outubro deverá ser o grande direcionador dos preços no curto e médio prazo", disse o analista de mercado Marcos Araújo, da Agrinvest. 

O avanço registrado nesta sexta-feira é justificado também, de acordo com analistas internacionais, pela firma demanda mundial pela oleaginosa. As exportações de soja dos EUA na semana que terminou no dia 19 de setembro somaram mais de 2 milhões de toneladas e a principal compradora, mais uma vez, foi a China. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário