Com previsão de chuvas na América do Sul, soja e milho fecham em queda

Publicado em 30/12/2013 16:51 e atualizado em 31/12/2013 13:58 2179 exibições

O mercado da soja fechou a sessão regular desta segunda-feira (30) em queda na Bolsa de Chicago. Os principais vencimentos do milho negociado na CBOT também ficaram do lado negativo da tabela. 

A baixa dos preços foi justificada pelo clima um pouco melhor na América do Sul, principalmente no Brasil e na Argentina. As precipitações, segundo analistas informaram à agências internacionais, reduziram as preocupações com a falta de chuvas, principalmente, para as lavouras argentinas. 

No último final de semana, importantes precipitações chegaram ao país, de acordo com o Global Weather Monitoring, embora em algumas regiões como nas regiões de La Pampa e Buenos Aires o tempo segue bastante seco. 

Um relatório do instituto de meteorologia QT Weather reportado pela agência internacional Bloomberg aponta que áreas de produção no país terão de dois a três dias de chuvas essa semana depois de um "calor opressivo" nos últimos dias. De acordo com a Bolsa de Cereais de Buenos Aires, cerca de 73% da área de milho já está semeada e o número para a soja é de 83%. 

"Há temperaturas mais moderadas prevalecendo no Brasil e na Argentina, com pequenas, porém não pouco importantes, chuvas chegando", disse o economista especializado em agronegócio Dennis Gartman à Bloomberg. 

Um relatório do do instituto DTN aponta que as províncias de Buenos Aires, Santa Fé e Cordóba terão chuvas nesta segunda-feira e as mesmas continuarão até 1º de janeiro. No Brasil, a partir do meio da semana, as precipitações devem aumentar e manter as condições favoráveis para o bom desenvolvimento das lavouras.

Já a Somar Meteorologia informou à Reuters que, no Brasil, as chuvas devem voltar ao sul do país nesta segunda-feira e com volumes bastante irregulares. Os estados do Mato Grosso do Sul e São Paulo também devem receber pancadas de chuva. 

OS números divulgados nesta segunda-feira pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) também pressionaram o mercado, uma vez que os embarques semanais de soja, milho e trigo foram menores do que os registrados na semana anterior. 

Os embarques de soja dos Estados Unidos ficaram em 1.175,22 milhão de toneladas na semana que terminou no dia 26 de dezembro, volume menor do que o registrado na semana anterior de 1.504,48 milhão de toneladas. Em 2012, nesse mesmo período, o total foi de 977,72 mil toneladas. 

No acumulado do ano safra, os embarques norte-americanos de soja já somam 23.557,12 milhões de toneladas, contra as 21.226,52 milhões de toneladas da temporada anterior. 

No caso do milho, os embarque semanais foram de 632,7 mil toneladas contra 946,33 mil toneladas da semana anterior. No ano comercial passado, o volume foi bem menor e era de apenas 224,04 mil toneladas. 

Os embarques do cereal, no acumulado da temporada, totalizam 11.400,66 milhões de toneladas. No ano passado, porém, esse volume era de 6.498,19 milhões de toneladas na mesma época.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    Leiam este depoimento de um agricultor norteamericano à agweb.com. Keith Pearson - WI

    Em Sex 27 recebi um telefonema do USDA querendo minha média safra para o ano. Primeiro eles queriam saber a produção de milho, tivemos outra seca do flash aqui no oeste rito Wis central quando nós não precisamos disso. Eu disse que eu tinha uma média de 30bu, a senhora colocar isso em seu computador e do computador chutou de volta dizendo que o número não é grande o suficiente, então ela queria um número maior e eu disse que não. então fizemos soja, eu disse a ela minha média era 10BU & novamente seu computador chutou para fora dizendo que não era grande o suficiente colocar em um número maior. Eu não faria isso e ela disse adeus. Então, se isso não lhe diz o USDA está mentindo sobre os números que eu não sei o que faria. Eu peguei-los em flagrante! Se alguém já teve a mesma experiência por favor que as pessoas saibam sobre isso.

    03:03 30 de dezembro

    0