CBOT: Adversidades climáticas dão suporte ao mercado de grãos

Publicado em 23/01/2014 11:49 1318 exibições

A quinta-feira (23) é positiva para os preços da soja praticados na Bolsa de Chicago. O mercado opera em campo positivo, tentando consolidar uma recuperação depois das perdas dos últimos dias. 

Segundo informações do noticiário internacional, os traders observam as adversidades pelas quais passam as lavouras na Argentina e os problemas que tiveram durante seu desenvolvimento. Um analista ouvido pelo site norte-americano Farm Futures disse que as temperaturas no país continuam acima dos 38ºC. 

O analista cita ainda o forte calor no Brasil, porém, afirma que em algumas regiões produtoras as chuvas, há algumas semanas, já chegaram em condições mais do que suficientes. Porém, até a segunda quinzena de fevereiro, de acordo com a Somar Meteorologia, poderá ser registrado um período de chuvas escassas, conhecidos como veranicos. A situação mais complicada deverá ser sentida pelas produtores do Oeste da Bahia. 

Por outro lado, enquanto na América do Sul as lavouras sentem o intenso clima quente e seco, o rigoroso inverno no Hemisfério Norte também castiga a produção. Nos Estados Unidos, os prejuízos maiores são sentidos pelo trigo. 

Assim, nesta quinta-feira, os preços do grão sobem pela primeira vez em quatro sessões. De acordo com o Weather Commodity Group, as temperaturas no Meio-Oeste americano devem permanecer negativas nos próximos 10 dias.

"As temperaturas congelantes nas planícies do norte dos EUA e no Meio-Oeste estão aumentando os temores de morte das plantas pelo frio intenso", disse um analista internacional à Bloomberg. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário