Soja tem sessão de pouco movimento e estabilidade na CBOT

Publicado em 30/05/2014 12:46 994 exibições

A sexta-feira é de estabilidade para a soja no mercado internacional. Na sessão regular de hoje, as cotações tem oscilado bastante entre os campos positivo e negativo, porém, com variações bem pouco expressivas. Como explicou o consultor em agronegócio Flávio França, o mercado se mostra "bem marcado" por duas realidades diferentes para o curto e o longo prazo, o que marcou os negócios nessa semana. 

Os números da demanda solidificaram ainda mais a sustentação dos preços sobre os fundamentos. Apesar de estoques extremamente apertados nos Estados Unidos, as vendas continuam acontecendo e ajustando ainda mais o quadro. 

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou, nesta sexta-feira (30), seu novo relatório de vendas para exportação com 60,3 mil toneladas de soja da temporada 2013/14 vendidas na semana que terminou no último dia 22 de maio. Apesar de ser menor do que o número registrado na semana anterior, com esse volume, o acumulado de vendas no ano sobe para 44.932,4 milhões de toneladas ante a estimativa do departamento de 43,5 milhões de toneladas para todo o ano comercial. 

"Até agosto temos uma tendência de preços relativamente sólidos para Chicago, justamente por conta dessa demanda. Os estoques americanos estão em patamares mínimos históricos e a semana foi marcada por esse quadro no cenário da safra velha", afirma França. 

Por outro lado, os contratos mais longos têm sido pressionados pela evolução do plantio nos Estados Unidos, que conta com uma expectativa de safra recorde no país, favorecida por condições de clima adequadas até o momento. O USDA informou que, até o último domingo (25), o plantio da soja já estava concluído em 59% da área, A média histórica para esse período, no entanto, é de 41%.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário