Soja testa recuperação, avança na CBOT e recupera os US$ 10 no janeiro

Publicado em 04/12/2014 13:38 274 exibições

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou, nesta quinta-feira (4), um novo boletim semanal de vendas para exportação e os números da soja vieram bem acima das expectativas do mercado e, segundo analistas, parecem ter estimulado uma retomada das cotações da oleaginosa na Bolsa de Chicago. 

As vendas realizadas na semana que terminaram em 27 de novembro foram de 1.179,8 milhão de toneladas e, embora o volume tenha ficado abaixo do registrado na semana anterior, superou expressivamente as projeções que davam conta de algo perto de 750 mil toneladas somente. 

Com esse número, o acumulado do total de soja já comprometido na temporada 2014/15 chega a 39.650,4 milhões de toneladas, contra uma estimativa do USDA de 46,81 milhões de toneladas para todo o ano comercial. Assim, já há, aproximadamente, 88% do total vendido, ainda de acordo com números do USDA.

Assim, os preços da soja chegaram a subir mais de 15 pontos nos principais vencimentos no início da tarde, mas, por vola das 14h30 (horário de Brasília), já devolviam parte desses ganhos e  trabalhavam subindo de 12 a 12,75 pontos. Com isso, a primeira posição - janeiro/15 - já operava novamente na casa dos US$ 10 por bushel, valendo US$ 10,11. O maio/15, referência para a safra brasileira, era cotado a US$ 10,24. 

Ao mesmo tempo, o dólar continuava seu movimento positivo frente ao real, com alta de 0,94% a R$ 2,580. Esse ganho do dólar mais as ligeiras altas registradas em Chicago, ainda segundo analistas,  poderiam  trazer alguma reação das cotações no mercado brasileiro. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário