Soja: Mercado tem 6ª feira tranquila na Bolsa de Chicago e quase sem negócios no Brasil

Publicado em 27/05/2016 13:59
543 exibições

Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago seguem atuando com estabilidade na sessão desta sexta-feira (27). O mercado chegou a testar algumas ligeiras baixas, porém, na sequência voltou a atuar em campo positivo e, por volta das 13h30 (horário de Brasília), subia entre 1,25 e 4 pontos, com os ganhos mais expressivos nas posições mais distantes. 

O mercado internacional da oleaginosa registrou uma semana agitada, bateu em novas mínimas, renovou suas máximas e agora os traders parecem retomar o fôlego diante de fundamentos e fatores externos já conhecidos, além de se preparar para os próximos dias. A atenção, como explicam analistas, segue voltada para as condições de clima nos Estados Unidos, a demanda pelo grão e subprodutos norte-americanos, além da conclusão da safra na América do Sul e a influência do mercado financeiro. 

Além disso, a pouca movimentação se dá ainda pela véspera do final de semana prolongado nos Estados Unidos, com o feriado do Memorial Day a ser comemorado nesta segunda-feira, 30 de maio, e quando as bolsas norte-americanas não funcionam. "Com isso e mais o feriado no Brasil, nesta quinta-feira, o dia é meio parado, inclusive para as negociações no mercado interno", relata o consultor em agronegócios, Ênio Fernandes. 

O mercado em Chicago, porém, encontrou nesta sexta suporte em anúncios de vendas feitos pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Undidos) de soja e farelo, ambos com volumes da safra 2016/17. Foram 110 mil toneladas do grão para a China e 100 mil do derivado para destinos não revelados. 

Paralelamente, no financeiro, atenção ainda ao andamento das demais commodities, em especial o petróleo. Na tarde de hoje, seus futuros em Nova York perdiam 0,49% após, no pregão anterior, operar com boas altas e chegar a superar a barreira dos US$ 50,00 por barril. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário