Soja volta estável em Chicago após feriado e safra nova em Rio Grande marca R$ 85,30 nesta 6ª feira

Publicado em 25/11/2016 11:43
990 exibições

O mercado da soja na Bolsa de Chicago retomou seus negócios pós feriado nesta sexta-feira (25) trabalhando com estabilidade e testando já os dois lados da tabela. O vencimento janeiro/17 subia, por volta de 12h40 (horário de Brasília), 0,25 ponto e era negociado a US$ 10,33 por bushel. As demais posições, entre as mais negociadas, subiam entre 0,5 e 0,75 ponto

Os preços encontraram suporte nas boas vendas semanais de soja dos EUA divulgadas hoje pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), as quais vieram acima das expectativas e elevando o total já comprometido pelos EUA a mais de 40 milhões de toneladas. Assim, do total estimado pelo departamento para ser exportado pelo país, já há mais de 72% comprometido.  

Na semana encerrada em 17 de novembro, as vendas foram de 1.898,6 milhão de toneladas, de acordo com o boletim semanal de vendas para exportação reportado pelo USDA nesta sexta-feira. Entre os derivados da soja, foram 26,1 mil toneladas de óleo, acima do esperado, e de farelo, 224,5 mil, dentro das expectativas do mercado. 

Além das informações da demanda, como explicam os especialistas da Labhoro Corretora, vencem hoje também as as opções para os contratos de dezembro, podendo trazer mais volatilidade ao andamento das cotações nesta última sessão da semana. Ao mesmo tempo, o dólar index, que também voltou do feriado recuando ligeiramente, acaba sendo outro fator de suporte para a oelaginosa. 

Entre as demais commodities, há baixas de mais de 1% no trigo e pouco mais de 0,5% no milho, também negociados em Chicago, bem como no café e algodão na Bolsa de Nova York. O petróleo também recua de forma expressiva, cede mais de 1,4% em NY, com o barril cotado a US$ 47,27. 

Dólar e preços no Brasil

Na abertura de Chicago, a referência para junho do ano que vem no porto de Rio Grande era de R$ 85,30 por saca de soja. Com os preços internacionais atuando com estabilidade, o mercado nacional se apoiou no dólar que sobe nesta sexta-feira. Por volta das 13h, a moeda americana registrava um avanço de 0,52% para R$ 3,411. 

No entanto, no começo da sessão de hoje, a divisa chegou a subir quase 2% e chegar a superar os R$ 3,46 na máxima do dia. O foco volta a ser o noticiário político no Brasil, com o agravamento da crise no governo Michel Temer, que perdeu hoje seu sexto ministro. Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo, sofria a pressão de denúncias severas e deixou a pasta. 

"Está havendo uma crise política que, caso se alastre, vai dificultar a aprovação de reformas, o que pega no mercado", comentou o operador da Ouro Minas Corretora, Maurício Gaioti, em entrevista ao portal G1.

Leia mais:

>> Dólar opera em alta no pregão desta sexta-feira diante de noticiário político

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário