Soja testa leves altas em Chicago nesta 3ª feira corrigindo as últimas baixas

Publicado em 15/01/2019 08:00 e atualizado em 15/01/2019 11:27
465 exibições

LOGO nalogo

Em busca de direção de informações concretas para se direcionar, as cotações da soja corrigem parte das últimas altas na Bolsa de Chicago e testam leves altas na manhã desta terça-feir (14). Os futuros da oleaginosa, por volta de 7h45 (horário de Brasília), subiam 2,75 pontos nos vencimentos mais negociados. 

Assim, o março - que é atualmente a posição mais negociada - tinha US$ 9,06, enquanto o maio/19 operava com US$ 9,20 por bushel. 

Apesar de esse ser um momento em que os fundos, tradicionalmente, se posicionam com mais agressividade no mercado internacional, como explica a ARC Mercosul, o atual momento político norte-americano tirou parte dessa força. 

"Com todo o cenário político criado por Trump e
seu conflito comercial com os chineses, fundos de gestão ativa ainda possuem o receio de adicionar contratos unilateralmente. Na mídia, o presiden- te dos EUA continua ressaltando a direção positiva que as conversas como Governo chinês têm trazido", dizem os analistas da consultoria em seu reporte diário.

Enquanto isso, o peso de informações como as perdas na América do Sul e a China podendo, realmente, estar comprando mais soja no mercado americano acabam perdendo espaço entre os traders, que precisam de dados mais concretos.  

Veja como fechou o mercado nesta segunda-feira:

>> Soja fecha em queda nesta 2ª feira com dados fracos das importações da China

Tags:
Por Carla Mendes
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário