Soja recua nesta 3ª feira após cinco pregões de alta e com melhora das lavouras nos EUA

Publicado em 21/07/2020 08:27 830 exibições

LOGO nalogo

Após cinco pregões consecutivos de alta, os futuros da soja voltam a recuar na Bolsa de Chicago nesta terça-feira (21). O mercado perdia entre 4,75 e 6,25 pontos nos contratos mais negociados, por volta de 8h10 (horário de Brasília), levando o agosto a US$ 8,98 e o novembro a US$ 8,93 por bushel. 

O mercado reflete um reajuste de posições depois das boas altas, mas também o índice maior de qualidade das lavouras norte-americanas. O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe, no final da tarde desta segunda-feira (20), seu novo boletim semanal de acompanhamento de safras mantendo a qualidade das lavouras de soja e milho do país, ao contrário do que o mercado esperava. 

O índice de lavouras em boas ou excelentes condições subiu de 68% para 69% até o último domingo (19), enquanto a projeção dos traders era um recuo para 67%. São 24% das plantações em situação regular e 7% em condições ruins ou muito ruins, contra 24% e 7% da semana anterior, respectivamente. 

Seguem, portanto, as atenções sobre as condições de clima para o Corn Belt, bem como o monitoramento da demanda. Ontem, o USDA informou uma nova venda de soja dos EUA para a China - da safra nova - e segue a atenção também sobre mais aquisições da nação asiática e sua necessidade crescente de produto. 

Veja como fechou o mercado nesta segunda-feira:

>> Demanda forte por grãos e óleo ajuda cotação da soja encerrar mais uma sessão em alta em Chicago

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário