Soja opera estável nesta manhã de 4ª feira na Bolsa de Chicago e monitora fundamentos

Publicado em 04/11/2020 07:46 371 exibições

LOGO nalogo

As cotações da soja operam com estabilidade na Bolsa de Chicago nesta manhã de quarta-feira (4). Perto de 7h40 (horário de Brasília), o novembro perdia 2,75 pontos, enquanto o maio e o julho subiam 2 pontos para serem cotados a, respectivamente, US$ 10,56 e US$ 10,55 por bushel. 

Embora o mercado esteja bastante focado em seus fundamentos - o que mantém os preços firmes e sustentados -, a eleição presidencial norte-americana mantém os traders ainda cautelosos, especialmente depois das boas altas registradas ontem e que acabam sendo corrigidas na manhã de hoje. 

"O agito da madrugada está em torno da confusão generalizada na eleição presidencial dos EUA. Com isso, os mercados estão na defensiva", afirma o consultor Steve Cachia, da Cerealpar. 

Ele explica ainda que "o mercado internacional de grãos terá dificuldade hoje para se dissociar do efeito psicológico da eleição americana, a não ser que o resultado final saia logo e as atenções se voltem aos fundamentos, que tirando momentos de garantia de lucro, têm tudo para continuarem na direção altista", complementa.

Atenção ainda sobre as questões ligadas ao clima no Brasil para o andamento do plantio, que apesar de melhores ainda inspiram a preocupação de produtores de algumas regiões importantes, em função da influência do La Niña. Na outra ponta, demanda intensa nos EUA e a possibilidade de que os chineses tenham que comprar por mais tempo no mercado americano diante do atraso da semeadura no Brasil. 

Veja como fechou o mercado nesta terça-feira:  

+ Soja sobe com plantio atrasado no BR, possível redução nos estoques dos EUA e demanda forte

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário