Após correções, soja volta a subir nesta 5ª feira na Bolsa de Chicago; fundamentos em foco

Publicado em 03/12/2020 08:10 e atualizado em 03/12/2020 10:43 2607 exibições
Cotações voltam a superar os US$ 11,50; clima e demanda permanecem em foco

LOGO nalogo

Os preços da soja voltam a subir na Bolsa de Chicago nesta quinta-feira (3). O mercado testou algumas baixas e patamares abaixo dos US$ 11,50 por bushel na última sessão, porém, voltou a operar acima disso e, na manhã de hoje, retorna à casa dos US$ 11,60. Por volta de 7h50 (horário de Brasília), as cotações subiam 7,50 pontos nos principais vencimentos, com o março sendo cotado a US$ 11,62. 

No radar dos traders permanecem as informações sobre o clima na América do Sul - e a melhora, mesmo que pontual, das chuvas nos últimos dias - e as especulações sobre as relações entre China e Estados Unidos. A força da demanda, entretanto, permanece e continua atuando com um dos principais pilares dos futuros da oleaginosa na CBOT. 

As compras chinesas seguem acontecendo, mas de forma mais escalonada e distribuída neste momento, com a nação asiática já bem abastacida. Assim, o mercado acompanha com atenção os números das vendas semanais para exportação que serão atualizados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). 

Paralelamente, atenção ao movimento dos fundos. Com posições recordes compradas na soja - e derivados - os últimos dias foram de ajustes de posições e realização de lucros. 

Veja como fechou o mercado nesta quarta-feira:

+ Soja recua em Chicago nesta 4ª, mas ameniza perdas e se mantém acima dos US$ 11,50

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário