Soja e milho encerrram próximos ao limite de baixa na CBOT

Publicado em 16/11/2010 10:30 e atualizado em 16/11/2010 17:46
1911 exibições
Os futuros da soja e do milho encerraram a terça-feira registrando significativas quedas - pressionados principalmente pelo fator China - e fecham a sessão próximas ao limite de baixa na Bolsa de Chicago. A movimentação dos fundos, ainda muito comprados, resultaram em um cenário bastante negativo para as commodities agrícolas

"Os fundos estão liquidando, e nada mais do que isso", diz o analista de mercado Ricardo Lorenzet, da XP Agro.

Os preços estão respondendo às preocupações com as medidas de ajuste econômico que a China pode assumir para conter sua inflação, novas perdas no mercado acionário chinês e também a preocupação com a zona do euro, que traz suporte ao dólar e aversão ao risco geral. Paralelamente, um movimento de liquidação de fundos também pressiona os preços.

"Com a baixa da última sexta-feira, o cenário gráfico de vários mercados ficou muito fraco e isto favorece as perdas. Os fundos no atual patamar não estão mais interessados em comprar soja", diz o analista de mercado da XP Agro, Ricardo Lorenzet.

Ainda de acordo com o analista, o momento exige bastante cautela, com a necessidade de bastante atenção para as movimentações no curto prazo. Entretanto, o viés macro de ata não é alterado e continua existindo.

Paralelamente, a alta do dólar também pressiona as cotações já que torna a oleaginosa norte-americana menos atrativa para os importadores e investidores. Hoje, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) anunciou a venda privada de mais 119 mil toneladas de soja.
Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário