Grãos: Briga por área nos EUA será catalisador para alta dos preços

Publicado em 07/02/2011 13:53 883 exibições
A briga por área nos Estados Unidos entre importantes commodities agrícolas - principalmente milho, soja e algodão - deverá ser um propulsor para a contínua alta dos preços. Além disso, os baixos estoques que confirmam a oferta restrita devem contribuir para o avanço. Na última quinta-feira, os futuros da soja e do milho registraram suas máximas em 30 meses.

As decisões dos produtores norte-americanos ainda não foram divulgadas e por conta disso, a tendência de alta deve se manter. Segundo analistas,intensidade do aumento do plantio por parte dos agricultores irá depender do quão atrativos estarão os preços.

Entretanto, o cenário fundamental é bastante positivo para os grãos. Estimativas apontam que a relação oferta x consumo pode ser a mais ajustada em 15 anos para o milho e em 40 para a soja. Além disso, a demanda para exportações continua se mostrando bastante firme, e os produtores norte-americanos podem não conseguir plantar o necessário para abastecer e repor seus estoques adequadamente para atender a demanda.

Frente a isso,  bancos estimam preços ainda mais altos para os grãos, como US$ 15 por bushel de soja e US$ 7 por bushel de milho.

"O mercado nunca viu uma situação em que você não consegue encontrar novas áreas, o que quer dizer que será dada uma importância maior ao fator climático", diz o analista Dan Basse, presidente da AgResource.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Silvio Batista de Oliveira Vianópolis - GO

    Com demanda alta, estoques baixos, e briga por área nos EUA, existe a possibilidade desse mercado se manter acima dos US$ 14 p/bushel no segundo semestre, mesmo que os EUA venha a colher safra recorde ?

    0