USDA aumenta projeção para área de milho e soja, preços reagem

Publicado em 14/02/2011 15:26 e atualizado em 14/02/2011 19:45 1132 exibições
A soja voltou a operar com significativa baixa na Bolsa de Chicago e encerrou a segunda-feira com mais de 13 pontos de queda. 

A oleaginosa fechou o dia registrando forte movimento de realização de lucros e sentindo a pressão da alta do dólar, da retração da demanda e também das boas condições das lavouras na América do Sul. 

Além disso, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) ainda divulgou uma estimativa aumentando a área de plantio não só da soja, mas do milho também. 

O departamento projeta um aumento tanto para a soja quanto para o milho. Para a oleaginosa, o estimado é um aumento de 31,44 para 31,57 milhões de hectares (77,7 para 78 milhões de acres).

Para o milho, o aumento foi mais expressivo de 35,69 para 37,23 milhões de hectares (de 88,2 para 92 milhões de toneladas).

AgriSource - Paralelamente, uma pesquisa realizada pelo instituto norte-americano AgriSource Incs apontou que a área de plantio de milho nos EUA pode ter um aumento de 3,3% em 2011, e a de soja um recuo de 0,3%.

Os agricultores informaram que devem aumentar a área do cereal de 35,69 milhões de hectares (88,192 milhões de acres) para 36,95 milhões de hectares (91,3 milhões de acres).

Já para a oleaginosa, a redução será de 31,32 milhões de hectares (77,404 milhões de acres) para 31,24 milhões (77,2 milhões de acres).

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário