Com demanda aquecida, soja encerra com mais de 40 pontos de alta

Publicado em 25/02/2011 15:40 e atualizado em 27/02/2011 22:44 2762 exibições
Os grãos registraram expressivas altas na Bolsa de Chicago nesta sexta-feira. O mercado voltou a responder aos fundamentos positivos de demanda aquecida, principalmente para exportação, e estoques norte-americanos significativamente ajustados e fechou com forte recuperação.

A questão da demanda atuou como suporte para as três principais commodities agrícolas: soja, milho e trigo. Durante a sessão, o milho chegou a bater no limite de alta, subindo 30 pontos. A soja encerrou com mais de 40 pontos de alta e o trigo com quase 30.

Por conta do recuo dos preços nas últimas sessões, alguns países aproveitaram para garantir seu abastecimento e voltaram a comprar. Hoje, há informações de que a China teria comprado mais de 400 mil toneladas de soja sul-americana na última semana. Além disso, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou também a venda de 165 mil toneladas da oleaginosa norte-americana para a nação asiática.

O analista de mercado da XP Investimentos, Ricardo Lorenzet explica que há também a vulnerabilidade do mercado frente à definição para a safra 2011/12 dos Estados Unidos também exerce influência positiva sobre as cotações, coma soja podendo perder área para o milho e para o algodão.

Lorenzet lembra ainda dos números divulgados ontem pelo USDA durante o Fórum Agrícola só confirmam o cenário de reservas escassas - e que devem se manter assim - e mais a procura bastante firme. "O mercado é feito de ciclos, altas e baixas vão ocorrer no meio do caminho, mas a solidez fundamental é clara", explica o analista.

>> Veja como ficaram as cotações da SOJA

>> Veja como ficaram as cotações do MILHO

>> Veja como ficaram as cotações do TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário