Soja encerra com quase 20 pts de alta e recupera patamar dos US$ 14

Publicado em 02/06/2011 12:26 e atualizado em 02/06/2011 17:49 1908 exibições
Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago encerraram o pregão diurno com alta de quase 20 pontos nesta quinta-feira, recuperando o patamar dos US$ 14 por bushel para os dois principais vencimentos. O clima adverso nos Estados Unidos continua sendo o principal fator de sustentação para os preços. O milho também encerrou o dia em alta, com avanços de quase 15 pontos.

As condições climáticas desfavoráveis em importantes regiões produtoras norte-americanas, como a porção leste do Corn Belt e as planícies do norte, por exemplo, podem provocar uma redução da área de plantio. Além disso, os estoques seguem bastante apertados, o que exige um desempenho muito bom das lavouras. Enquanto isso não se confirma, os preços registram bons ganhos na CBOT.

A liberação de água do rio Missouri para reduzir o risco de enchentes nas cidades atingiu a Dakota do Norte e Dakota do Sul. Embora as chuvas dos últimos dias não tenham  atingido os dois estados, essa liberação inundou diversas áreas de produção. Áreas estas que também seguem com os trabalhos de campo atrasados.

Porém, o analista de mercado Vinícius Ito, da NewEdge Consultoria, explica que talvez seja um pouco cedo para o mercado exibir tamanha euforia e que os US$ 14 talvez tenham chegado cedo demais. O analista explicou que os problemas no plantio não significam, necessariamente, baixa na produtividade.

Daqui em diante, o mercado deverá continuar focando o desenvolvimento e o desempenho das lavouras norte-americanas e a redução ou não de área.

Veja como ficaram as cotações no fechamento da Bolsa de Chicago:

>> SOJA

>> MILHO

> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário