Soja fecha em queda e milho com forte alta após relatório do USDA

Publicado em 09/06/2011 14:26 e atualizado em 09/06/2011 18:28 1170 exibições
O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou hoje seu relatório mensal de oferta e demanda reduzindo drasticamente os estoques finais de milho da safra 11/12 e ampliando os de soja de ambas as temporadas.

No pregão diurno da Bolsa de Chicago, os futuros dos grãos, portanto, refletiram e precificaram os dados anunciados. Com o aumento das reservas finais de soja tanto na safra 2010/11 quanto 2011/12 nos Estados Unidos, a oleaginosa  fechou o dia com significativa baixa. Os principais vencimentos registraram um recuo de pouco mais de 7 pontos.

Paralelamente, os futuros do milho subiram expressivamente e em alguns contratos com altas de mais de 20 pontos. O avanços dos preços é justificado não só pela redução dos estoques, mas também por uma redução nas estimativas de área de plantio e na produção norte-americana, que poder perder, na safra nova, cerca de 8 milhões de toneladas do cereal.

Como explica o analista de mercado Steve Cachia, da Cerealpar, desde quarta-feira, o mercado já havia precificado essas reduções confirmadas hoje e também a crescente e aquecida demanda por etanol.

"Os estoques norte-americanos de milho continuam historicamente baixos e este era um ano em que os Estados Unidos não poderiam ter essa redução na produção, o que chegou a assustar os mercados hoje de manhã".

Cachia diz ainda que o quadro fundamental permanece positivo, porém, alerta para os dados da macro economia, principalmente quanto à economia dos Estados Unidos. O analista diz que informações negativas poderiam "assustar os fundos" e pressionar os preços.

Veja como ficaram as cotações no fechamento da Bolsa de Chicago:

>> SOJA

>> MILHO

>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário