Clima nos EUA dá suporte à alta dos grãos. Soja volta aos US$14 por bushel

Publicado em 23/08/2011 09:44 e atualizado em 23/08/2011 10:15 930 exibições

As más condições do clima no EUA têm mantido firmes os preços dos grãos em Chicago. A soja fechou o pregão noturno desta terça-feira com alta de 9 pontos no vencimento março de 2012, levando os preços da oleaginosa de volta ao patamar dos US$14 por bushel. O milho e o trigo também encerraram com ganhos de 4 e 8 pontos, respectivamente, nos principais vencimentos.

As temperaturas muito altas e a falta de chuvas nos EUA voltaram a provocar a queda no somatório bom/excelente das lavouras de soja e milho. De acordo com o relatório de acompanhamento de safra que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou no fim da tarde de ontem, as melhores plantações de soja do país batiam recordes e registravam o menor número dos últimos cinco anos, com  apenas59% da área emergida. No mesmo período do ano passado, este número era de 66%.

No caso do milho, as lavouras em boas condições sofreram uma redução de três pontos percentuais e foram de 60% da última semana para 57%. No ano passado, nessa mesma época, o índice era de 70%. A média dos últimos cinco anos é de 64%.

O que se espera agora é que o departamento reporte novos cortes em suas estimativas para a produção, a produtvidade e os estoques finais nas safras de soja e milho do país, condições que devem continuar sendo o principal suporte para as cotações.

De acordo com analistas, ontem a soja apresentou alta devido às preocupações dos traders em relação à qualidade das plantações da oleaginosa no Meio-Oeste americano.Os estados mais atingidos com a seca são Illinois e Indiana, além do sudeste de Iowa.

Chamada para Abertura na Bolsa de Chicago

Soja: altas de 8 a 10 pontos

Milho: altas de 3 a 5 pontos

Trigo: altas de 8 a 10 pontos

Tags:
Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário