Baixa nos preços do açúcar podem estimular maior produção de etanol no Brasil, diz Rabobank

Publicado em 23/02/2012 15:12 603 exibições
O Rabobank divulgou, nesta quinta-feira (23), sua previsão de preços para o açúcar no mercado internacional. Para o banco, as cotações devem ficar entre 20 e 21 cents de dólar na média da safra 2011/12 e, segundo o analista de açúcar e etanol, refletem o aumento da oferta vinda do Hemisfério Norte, principalmente na Rússia e na Índia. 

Já para o etanol, a projeção é de preços sustentados, já que essa baixa no açúcar poderia mudar o mix de produção. "São preços que desencorajam novos investimentos no setor sucroalcooleiro, mas eles não estão abaixo do custo de produção para os grupos mais eficientes", disse o analista de açúcar e etanol do Rabobank, Andy Duff. 

O executivo completou dizendo que o Rabobank ainda não tem definido como será o mix de produção da próxima safra. "Nos últimos anos, o alto preço do açúcar fez com que a safra fosse mais açúcareira, mas agora o cenário não está claro". 

Brasil - Os primeiros números estimam a safra 2012/13 do Centro Sul brasileiro em 522 milhões de toneladas, enquanto as previsões dos analistas variam entre 500 milhões de 560 milhões de toneladas. 

Porém, Duff alerta para o fato de que nesta previsão ainda não foram considerados possíveis adversidades climáticas que podem acontecer durante a safra e provocar perdas, como aconteceu no ano passado. 

No entanto, o analista do Rabobank diz ainda que a safra brasileira ainda enfrenta muitas incertezas, explicando que a produtividade está comprometida diante da idade do canavial estar acima do ideal.  
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário