BNDES anuncia juros para programa de Apoio à Renovação e Implantação de Novos Canaviais a 5,5%

Publicado em 29/07/2013 16:43
424 exibições

O BNDES anunciou que as taxas de juros do Programa BNDES de Apoio à Renovação e Implantação de Novos Canaviais (BNDES Prorenova) serão reduzidas, com juros fixos de 5,5% ao ano.

Esta redução, segundo o banco, se deu devido à etapa agrícola da produção do etanol, que representa cerca de 70% dos custos finais. Espera-se que, com a redução dos gastos no plantio, as usinas e os produtores rurais possam investir mais, com a expansão ou a renovação de maiores áreas.

Anteriormente, o BNDES cobrava a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), a 5% ao ano e a remuneração de 1,3%  mais a spread para a remuneração do agente financeiro, de acordo com negociação do cliente com seu banco. Para as micro, pequenas e médias empresas, a TJLP era de 0,9%, além do spread.

O banco também poderá ter uma participação de 90% nos itens financiáveis para médias e grandes empresas, no caso de produtores que usarem variedades de cana protegidas, para estimular a difusão de outras variedades. Para aqueles que utilizarem variedades de domínio público, o limite de participação cai para 70%.

O Prorenova continuará com dotação de R$ 4 bilhões e os pedidos de financiamento devem ser protocolados até o último dia do ano. O pagamento do empréstimo poderá ser feito em até 72 meses, com carência de 18 meses.

Etanol - De acordo com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, a produção de etanol deve crescer 11% em relação à safra 2012/2013, o que representa, aproximadamente, 26 bilhões de litros em 2013/2014.

Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário