Mercado do açúcar perde de mais de 1% nesta 6ª na Bolsa de NY e em Londres

Publicado em 22/01/2021 15:49 e atualizado em 22/01/2021 16:26 27 exibições
Dia foi marcado por perdas generalizadas das commodities com realização de lucros e preocupações do financeiro

LOGO nalogo

​O mercado futuro do açúcar recuou mais de 1% nas bolsas de Nova York e Londres nesta sexta-feira (22). As perdas generalizadas das commodities foram motivadas por movimento de realização de lucros e temores do financeiro.

O principal vencimento do açúcar em NY caiu 1,12% no dia, a US$ 15,87 c/lb, com US$ 16,04 de máxima e mínima de US$ 15,73 c/lb. Em Londres, o recuo foi de 1,22%, a US$ 444,80 a tonelada.

A semana termina com perdas generalizadas da maioria das commodities agrícolas com foco no financeiro em aversão ao risco por conta das novas medidas anunciadas pela China para conter o coronavírus.

Cana-de-açúcar - Foto: CNA/Divulgação
Principais vencimentos do açúcar em Nova York e Londres caíram mais de 1% nesta sexta (22) - Foto: CNA/Divulgação

"A maior fonte de preocupação para o complexo de energia no momento é o aumento dos casos de coronavírus na China", disse Stephen Brennock, da corretora PVM, para a agência de notícias Reuters nesta sexta-feira.

Com isso, às 16h12 (horário de Brasília), o petróleo WTI caía 1,39%, a US$ 52,39 o barril e o Brent recuava 1,20%. Além disso, a valorização do dólar ante o real contribuía para o cenário com altas de 2% no dia.

Do lado fundamental, o mercado acompanhou as informações climáticas no Brasil. "As previsões de chuvas no Centro-Sul do Brasil, maior região produtora de açúcar, pesam nos preços", disse em nota a consultoria Barchart.

Mercado interno

Do lado interno, a semana no spot paulista termina com poucas mudanças, mas um cenário de negócios mais aquecido do que nos últimos dias, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA-Esalq/USP).

O Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, fechou com alta de 2,33%, a R$ 107,37 a saca de 50 kg na quinta-feira (21).

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário