Apesar da Covid-19, embarques de açúcar pela Índia se mantêm fortes

Publicado em 11/05/2021 14:36 37 exibições
Na temporada 2020/21 (outubro-setembro), as exportações pelo país asiático totalizam 4,2 milhões de t

LOGO nalogo

​Os embarques de açúcar pela Índia seguem elevados, apesar do agravamento da pandemia do coronavírus no país. Em abril, as exportações do adoçante totalizaram 977 mil toneladas, após recorde de 1,2 milhão de t em março, segundo dados levantados pela trading inglesa Czarnikow.

Na temporada 2020/21 (outubro-setembro), os embarques pelo país já totalizam 4,2 milhões de t.


Exportações de açúcar a granel da Índia nos últimos anos - Fonte: Czarnikow

"As novas restrições de circulação não afetaram as exportações da mesma forma que da primeira vez", disse em nota a trading. Nos últimos meses, a escassez de contêineres afetou fortemente a logística de embarques do país, um dos maiores players do mercado.

Ainda assim, foram embarcadas 831 mil t deste açúcar bruto ensacado, enquanto o mundo ainda enfrenta problemas com contêineres.

No primeiro lockdown na Índia, no início de 2020, as exportações de açúcar totalizaram por três meses cerca de 600 mil t. Alguns estados indianos adotaram medidas de isolamento nos últimos dias, mas aumentaram os apelos por isolamentos nacional com a marca de cerca 4 mil mortes em 24 horas.

"Até o momento, essas novas restrições não impactaram claramente os fluxos de exportação da Índia da maneira como ocorreu da primeira vez", destaca a Czarnikow.

O principal comprador do açúcar bruto da Índia no último mês foi a Indonésia.

Os embarques de açúcar branco em abril totalizaram apenas 14 mil t em abril, somando apenas 300 mil t em todo o ano. "As exportações não eram tão baixas desde setembro de 2013, quando exportaram 2,9 milhões de t", destacou a trading em informativo.


Exportações de açúcar branco da Índia (usinas) - Fonte: Czarnikow

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário