Czarnikow não vê risco de redução da mistura de 27% do etanol anidro na gasolina para 21/22

Publicado em 23/08/2021 13:41 1018 exibições
Apesar disso, estoques de passagem serão os menores em uma década, deixando em aberto uma redução para o próximo ciclo; preços altos deverão ser mantidos

Logotipo Notícias Agrícolas

Em meio uma quebra acentuada na safra 2021/22 de cana-de-açúcar no Centro-Sul do Brasil, com impactos na produção de açúcar e etanol, o país pode chegar no mês de março de 2022 com os menores estoques de passagem em uma década, segundo a trading inglesa Czarnikow.

Esse cenário já coloca nas discussões uma possível redução da mistura do etanol anidro na gasolina, que atualmente é de 27%, e tem sido o foco nesta safra. A trading, porém, não vê isso possível para a temporada atual, mas já deixa em aberto para o próximo ciclo produtivo.

"Com as projeções atuais para os próximos meses tanto para a demanda total do combustível quanto para a participação do hidratado, acreditamos que, apesar dos estoques apertados ao final de março, será suficiente para atingir o que é exigido pela ANP - mas no limite", aponta.

e69d4084-d5e0-4749-a7be-091e7e3c7c0f
Estoques finais de etanol anidro no Centro-Sul do Brasil - Fonte: Czarnikow

A Czarnikow revisou recentemente suas estimativas para a safra 2021/22 do Centro-Sul do Brasil. A moagem de cana passou a ser vista em 520,4 milhões de toneladas, sobre 605,5 milhões de t na safra anterior. “O resultado é um estoque de passagem restrito, que sustentará os preços altos”, ressalta.

83607c67-ccc8-4f7f-85a8-1e42e439ee56
Preço doméstico da gasolina nas refinarias - Fonte: Czarnikow

A produção de açúcar é apontada em 32,5 milhões de t, sobre 34,1 milhões de t da estimativa anterior, e a total de etanol em 26,9 bilhões de litros, sendo 10,1 bilhões de l do tipo anidro e 16,8 bilhões de l de etanol hidratado, o que pode ser comprado diretamente nas bombas.

Segundo a trading, esse volume de etanol em 2021/22 será o menor em três anos. "Isso [26,9 bi de l] representa uma redução de quase 850 milhões de litros em relação às expectativas anteriores", destaca a trading.

8b93a72d-8265-4c25-b701-5712c2bec666
Produção total de etanol, incluindo milho, no Centro-Sul do Brasil - Fonte: Czarnikow
ab11a8a6-7c8d-41fd-b445-d618fbf91e4b
Share de anidro na produção de etanol - Fonte: Czarnikow

DEMANDA

A demanda por combustíveis no Brasil ainda caminha para retomar os níveis de antes da pandemia da Covid-19. No acumulado de janeiro a junho (os dados de julho ainda não foram divulgados), o consumo no ciclo Otto cresceu 6% no comparativo anual, mas a demanda por etanol continua abaixo de 2019.

"Embora a pandemia não tenha acabado, as pessoas estão lentamente voltando à normalidade", destaca a trading. "No acumulado do ano, as vendas de hidratado relatadas estão 1,5 bilhão de litros abaixo de 2019", complementa a Czarnikow.

0a08ea42-50a9-492e-a029-3390701d2c2c
Consumo mensal de combustíveis (Ciclo Otto) no Centro-Sul do Brasil - Fonte: Czarnikow
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário