Plantio de trigo atinge 47% no PR; colheita da safrinha de milho ainda não começa

Publicado em 19/05/2020 13:04 162 exibições

LOGO estadao

O plantio de trigo da safra 2020 no Paraná atinge 47% da área estimada na semana encerrada na segunda-feira, 18, representando avanço de 12 pontos porcentuais em comparação com a semana passada. O levantamento é do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura do Estado. As condições de desenvolvimento são boas para 71% das lavouras (69% na semana passada), 25% têm condições médias (ante 29%) e 4% ruins (ante 2%). Do trigo plantado, 55% está em fase de germinação (80% na semana passada) e 45% em desenvolvimento vegetativo (20% na semana passada).

Toda a área prevista com milho safrinha (segunda safra) já foi plantada no Paraná, segundo o Deral. Desse total, 45% apresenta boas condições (53% na semana passada), 39% está com médias condições (36% na semana passada), e 16% ruins (11% na semana passada). Conforme o Deral, 8% das lavouras de milho safrinha estão em maturação (ante 5% na semana passada), 44% em frutificação (36% na semana passada), 38% em floração (ante 40%) e 10% em desenvolvimento vegetativo (19% na semana passada). No caso do cereal de primeira safra (verão), 99% da área foi colhida até a segunda, segundo o Deral.

O levantamento do departamento mostra, ainda, que 53% da área de plantio da segunda safra de feijão está colhida. As condições das lavouras da leguminosa são: boas (21% ante 26% na semana passada); médias (45% ante 47%) e ruins (34% ante 27%). Com relação às fases, 68% das lavouras estão em maturação (ante 60% na semana passada), 29% frutificação (33% na semana passada) e 3% em floração (7% na semana passada).

O Paraná também iniciou a colheita de café, com 9% da área colhida, ante 4% na semana passada. As condições das lavouras são: boas, 81% ante 79% na semana passada; médias, 18%, ante 20% na semana passada e ruins 1%, igual na semana passada. Quanto às fases, 59% das lavouras estão maduras ante 49% há 7 dias e 41% em fase de frutificação, ante 51% na semana passada.

Fonte:
Estadão Conteúdo

0 comentário