Trigo: vendedor se mantém retraído e médias de outubro sobem

Publicado em 04/11/2020 09:29 274 exibições

A retração de vendedores, a postura mais ativa de compradores e o dólar elevado, que encarece as importações, mantiveram os preços do trigo em alta no Brasil em outubro. Segundo pesquisadores do Cepea, agentes da indústria moageira seguem adquirindo lotes pontuais de trigo e muitos já mostram dificuldades em repassar os atuais custos elevados do cereal aos derivados (farinhas e farelos). Levantamento do Cepea mostra que, em outubro, o valor médio do trigo no mercado disponível (negociações entre empresas) no Paraná foi de R$ 1.286,02/tonelada, aumento expressivo de 11% frente ao de setembro e 54,5% acima do verificado em outubro/19, em termos nominais. Para o Rio Grande do Sul, a média foi de R$ 1.221,10/t, elevações de 1,9% em relação à de setembro e de 63,6% frente à de outubro/19. 

Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário